Dólar e índiceHome

Dólar recua a R$4,24 com “alívio” no exterior

Por Pablo Vinicius Souza
04 fevereiro 2020 - 13:39
DOLFUT: Após forte alívio, dólar sobe com tensão externa em dia de compromissadas, decisão do vídeo; Kanczuk no radar

O dólar comercial operava em leve queda nesta terça-feira (04), refletindo o sentimento de alívio no exterior, após o anúncio de mais medidas de estímulo adotadas pelo governo chinês.

O Banco do Povo da China informou que haverá uma redução nas taxas de juros de curto prazo e a aplicação de US$180 bilhões em recursos.

As ações visam adicionar liquidez ao mercado e incentivar a atividade econômica, que tem sido fortemente prejudicada pelo avanço do coronavírus.

Ao todo, já são mais de 20 mil pessoas infectadas e outras 400 morreram vitimadas pela doença, com Filipinas e Hong Kong anunciando as primeiras mortes fora da China continental.

Mesmo assim, os investidores estão confiantes na capacidade de Pequim lidar com a situação, e por isso, a divisa americana depreciava contra as principais moedas emergentes e ligadas às commodities.

O real fazia uma nova sessão de ajustes técnicos, devolvendo parte das perdas expressivas acumuladas desde o início do ano.

Ás 12h30 (horário de Brasília), o dólar comercial depreciava 0,24% contra o real, sendo cotado a R$4,2400 na venda.

Juros Futuros

Na renda fixa, os contratos de juros futuros apresentavam redução nas taxas em todos os períodos, precificando as expectativas pela reunião do Comitê de Política Monetária.

O DI outubro/2020 caía 0,59% sendo negociado a 4,19% (4,21% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2028 declinava 0,82%, sendo vendido a 6,62% (6,67% no ajuste anterior).


Sobre o autor