Dólar e índiceHome

Dólar oscila com exterior volátil, apesar de anúncio de atuação do BC

Por TradersClub
25 março 2020 - 09:45

O dólar futuro abriu em queda nesta quarta-feira, passou a subir 15 minutos depois, mas voltou a cair em meio ao exterior volátil à espera da aprovação do pacote trilionário dos Estados Unidos para conter os impactos econômicos do coronavírus. O recuo é sustentado pela atuação mais ativa do Banco Central no câmbio programada para hoje às 10h20, além de dados do setor de serviços de janeiro, bem acima do esperado e que podem por em xeque a expectativa de novos cortes na taxa básica de juros. Já a prévia da inflação, medida pelo IPCA-15, que veio em 0,02% em março, o menor resultado para o mês desde 1994 e abaixo do consenso TC de 0,06%, vem exercer pressão contrária, abrindo espaço para novas reduções na Selic. Perto das 09h20, o dólar futuro negociava a R$5,098, com queda de 0,09%, com mínima de R$5,078 e máxima de R$5,110 na primeira meia hora de pregão. Na véspera, a divisa havia encerrado a R$5,102, com perda de 0,93%.

Para hoje, o Banco Central programou dois leilões à vista no valor de até US$3,3 bilhões, enquanto para sexta-feira, haverá retomada da compra de títulos soberanos em dólar na mão de bancos, mecanismo já usado na semana passada para dar mais liquidez ao sistema, e assim, exercer menos pressão sobre a divisa americana ante o real.

De acordo com o IBGE, o setor de serviços subiu 0,60% em janeiro, antes da crise com o coronavírus chegar ao país, contra a expectativa de queda de 0,30%, mostrando que a economia pode recuar menos que o previsto no primeiro trimestre. Já nos Estados Unidos, Casa Branca e Congresso chegaram a um acordo na madrugada para o pacote de US$2 trilhões em ajuda a empresas e famílias pelo impacto da paralisação das atividades. (Bárbara Leite/ACS)


Sobre o autor