Dólar e Câmbio

Dólar opera volátil com ajuste técnico e indicadores locais negativos

Por Fast Trade
27 novembro 2020 - 13:54 | Atualizado em 27 novembro 2020 - 15:01
maior fechamento desde maio

O dólar comercial opera volátil nesta sexta-feira (27), refletindo a sessão de ajustes técnicos no câmbio e os indicadores locais negativos.

A divisa americana oscilava contra o real, em meio à baixa liquidez devido ao funcionamento reduzido nas Bolsas dos EUA.

Além disso, há uma antecipação na rolagem dos contratos, pressionando um ajuste entre comprados e vendidos, devido à formação da Ptax.

Baixe gratuitamente: Dólar e Mini dólar – Desvendando este mercado

O fluxo mais fraco abriu espaço para uma leve correção no dólar, tendo em vista que o ingresso de capital estrangeiro pressionou o declínio da moeda nos últimos dias.

Ao mesmo tempo, os indicadores divulgados hoje vieram piores do que o estimado, despertando a atenção dos analistas.

O Índice Geral de Preços ao Mercado (IGP-M) mensurado em novembro subiu 3,28%, ante o percentual de 3,23% contabilizados em outubro.

Da mesma forma, a taxa de desemprego avançou para 14,6% no terceiro trimestre, segundo os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Outro fator de atenção foi a notícia de que há movimentações em Brasília sobre um programa de refinanciamento e parcelamento de dívidas.

Acima de tudo, quanto mais benefícios o governo concede aos contribuintes, menos dinheiro entra para os cofres públicos e isso despertou a preocupação dos investidores.

Às 12h53 (horário de Brasília), o dólar comercial desvalorizava 0,08% contra o real, sendo cotado a R$5,3270 na venda.

Juros futuros recuam reagindo ao cenário local

Os contratos de juros futuros apresentavam redução nas taxas em todos os períodos, reagindo às nuances do cenário local.

Nesse sentido, a redução do prêmio de risco ocorria graças ao sucesso do leilão de títulos do Tesouro Nacional realizado ontem.

Ademais, o esforço do ministro Paulo Guedes para colocar panos quentes no relacionamento com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, também surtiu efeito sobre os DIs.

Baixe agora: Derivativos – O guia definitivo para começar a investir

O DI abril/2021 recuava 1,43%, na cotação de 2,06% (2,09% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2025 caía 1,03% sendo vendido a 6,74% (6,82% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Dólar sobe com ajuste técnico e indicadores locais negativos

Leia também:

B3: juros sobre o capital próprio de ITUB4, SMLS3 e FESA4

Produtos agropecuários correspondem a 21% da movimentação dos portos brasileiros

Governo Central anota déficit primário de R$ 3,563 bilhões em outubro


Sobre o autor