Dólar e Câmbio

Dólar opera em forte queda seguindo a tônica internacional

Por Fast Trade
22 junho 2020 - 11:43 | Atualizado em 22 junho 2020 - 12:47
Dólar (DOLFUT): Em dia de ata do Copom, dólar cai com exterior e à espera de falas de diretores do Fed

O dólar comercial opera em forte queda nesta segunda-feira (22), seguindo a tônica internacional de maior apetite ao risco, frente às perspectivas de recuperação econômica.

Com o exterior mais tranquilo, a divisa americana perdia terreno para as principais moedas emergentes ligadas ao desempenho das commodities.

Nesse contexto, ficava em evidência as estatísticas de novos casos de coronavírus, que segue avançando em diversos países, sobretudo, no Brasil e nos Estados Unidos.

Além disso, o Banco Central chinês decidiu manter as taxas de juros inalteradas, sinalizando que a economia local está respondendo aos estímulos.

Na Europa, o foco era a discussão sobre a injeção de 750 bilhões de euros para impulsionar os países do bloco mais afetados pela pandemia.

Embora alguns membros da União Europeia não tenham concordado com a proposta original na última reunião, a intenção das principais lideranças é chegar a um consenso sobre a medida.

Por aqui, os investidores continuavam monitorando os desdobramentos da prisão de Fabrício Queiroz, que pode vir a prejudicar a estabilidade do governo de Jair Bolsonaro.

Apesar de o mercado projetar que a situação não deve atingir o Planalto, o sentimento de cautela segue conduzindo as negociações de hoje.

Depois que Queiroz foi preso na casa do advogado da família Bolsonaro, Frederick Wassef, o profissional deixou a defesa do filho 01 do presidente, Flávio Bolsonaro.

Desse modo, para defendê-lo no inquérito que investiga o esquema de “rachadinhas” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro Flávio contratou o ex-advogado do governador Sérgio Cabral, Rodrigo Roca.

Na agenda de indicadores, o boletim Focus não trouxe grandes novidades, porém, continuou indicando que o Produto Interno Bruto (PIB) deve contrair 6,50% em 2020.

Ás 11h43 (horário de Brasília), o dólar comercial caía 1,88% contra o real, sendo cotado a R$5,2140 na venda.

Juros Futuros recuam em atenção à agenda da semana

Na renda fixa, os contratos de juros futuros apresentavam redução nos vértices em todos os períodos, reagindo à agenda da semana.

Dessa forma, é grande a expectativa pela divulgação da ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), que acontecerá amanhã.

Na próxima quinta-feira, será publicado o Relatório Trimestral de Inflação (RTI), que ajudará os investidores a ajustas suas perspectivas.

Ademais, a análise em ambos os documentos vai revelar quais os rumos que a Selic deve tomar e as diretrizes que serão aplicadas adicionalmente para apoiar o cenário macroeconômico.

O DI dezembro/2020 caía 0,12%, sendo negociado a 2,04% (2,05% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2026 recuava 0,47% sendo vendido a 6,38% (6,39% no ajuste anterior).

Dólar opera em forte queda seguindo a tônica internacional

Acompanhe as últimas notícias do mercado financeiro:

Panorama político é destaque nesta segunda-feira

Mercados externos operam sem direção única

Reestatização da Embraer (EMBR3) viola Constituição, diz Salim Mattar


Sobre o autor