Dólar e índiceHome

Dólar opera em alta com cautela no exterior e de olho no Brexit

Por Pablo Vinicius Souza
21 outubro 2019 - 12:41

O dólar comercial iniciou o pregão desta segunda-feira (21) em alta, reagindo ao sentimento de cautela predominante no exterior.

No final de semana, o parlamento britânico votou pela rejeição do acordo para o Brexit firmado entre o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, e a União Europeia.

O fato obrigou o governo da Grã-Bretanha a solicitar um novo prazo para a concretização do divórcio, a fim de ganhar mais tempo para costurar um pacto que atenda às reinvindicações.

Os investidores ficaram receosos com a situação, mas ainda estão otimistas, porque os dirigentes do bloco europeu demonstraram a intenção de evitar uma separação desordenada.

Apesar das principais moedas emergentes operarem sem uma direção definida, o peso chileno, o peso mexicano e o real depreciavam contra a divisa americana, refletindo aspectos do cenário local.

Por aqui, a crise interna do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, gerava incertezas, tendo em vista que, o conflito entre a ala bolsonarista e os demais parlamentares poderá ocasionar a perda de apoio do governo junto ao Congresso.

Ás 12h30 (horário de Brasília), o dólar comercial avançava 0,63%, sendo cotado a R$4,1450 na venda, próximo às máximas do dia.

Os contratos de juros futuros apresentavam comportamentos mistos, com as taxas de curto prazo em leve declínio e as taxas de longo prazo adicionando prêmio de risco.

O mercado de renda fixa segue à espera da votação em segundo turno da reforma da Previdência, que está prevista para acontecer amanhã, ao passo que acompanha o movimento de ajuste no câmbio.

O DI janeiro/2020 caía 0,47% sendo negociado a 4,83% (4,85% no ajuste anterior) e o DI julho/2024 subia 0,84% sendo vendido a 6,02% (5,99% no ajuste anterior).


Sobre o autor