Dólar e índice

Dólar fecha a R$5,63 refletindo as adversidades do exterior

Por Fast Trade
15 outubro 2020 - 18:16 | Atualizado em 15 outubro 2020 - 19:28

O dólar comercial fechou em alta de 0,57% nesta quinta-feira (15), na cotação de R$5,6300 na venda, refletindo as adversidades do exterior.

O fortalecimento da divisa americana foi motivado pelas preocupações com o avanço do Covid-19 na Europa e com a situação econômica dos Estados Unidos.

Nesse sentido, o real acompanhou a trajetória das principais moedas emergentes e fez mais uma sessão de perdas, permanecendo como a divisa que mais desvalorizou em 2020.

Baixe agora: Dólar e Mini Dólar – Desvendando este mercado

Com este resultado, o dólar acumula alta anual de quase 40% em relação à moeda brasileira e avanço de 8% desde o final de julho.

Ficou em destaque a decisão de autoridades da França, Espanha e Portugal de declarar estado de emergência em função da segunda onda de contágio do coronavírus.

Na tentativa de conter o surto, os países restabeleceram as medidas de isolamento social e o toque de recolher em diversas cidades.

Da mesma forma, Reino Unido e Irlanda estão avaliando a adoção de lockdown, após alcançarem recordes de novos casos de infecção.

Baixe gratuitamente: O que ninguém conta sobre os investimentos em ações

Em outro front, o clima foi de tensão após o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, informar que o novo pacote de estímulos provavelmente não será aprovado antes das eleições.

Por aqui, as atenções se concentraram nos dados do IBC-Br de agosto, que subiu 1,06% na comparação mensal, porém, veio abaixo das previsões dos economistas.

Ao mesmo tempo, ficou no radar a solicitação do presidente Jair Bolsonaro ao Congresso de um crédito extra no valor de R$10 bilhões, em uma espécie de manobra para escapar da punição por descumprimento do teto de gastos.

Juros futuros fecham em alta após leilão do Tesouro

Os contratos de juros futuros fecharam com forte aumento nas taxas em todos os períodos, reagindo ao leilão de títulos do Tesouro.

De maneira especial, o movimento de adição de prêmio de risco ficou concentrado nos vértices intermediários e longos, precificando as turbulências do cenário externo.

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade

Com a maior oferta de LTNs de longo prazo, os trechos mais curtos ficaram próximos à estabilidade, desacelerando a alta vista no início das negociações.

O DI fevereiro/2021 subiu para 2,05% (2,04% no ajuste anterior), o DI outubro/2023 avançou para 5,61% (5,44% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2027 saltou para 7,53% (7,36% o ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Dólar fecha a R$5,63 refletindo as adversidades do exterior

Leia também:

Preços do petróleo recuam, mas dados dos estoques nos EUA limitam perdas

Prévia do PIB do BC, IBC-Br sobe 1,06% na passagem de julho para agosto


Sobre o autor