Dólar e índice

Dólar fecha a R$5,18 e encerra 2020 com uma valorização de 29,33%

Por Fast Trade
30 dezembro 2020 - 18:55 | Atualizado em 30 dezembro 2020 - 19:43

O dólar comercial caiu 0,04% nesta quarta-feira (30), na cotação de R$5,1880 na venda, fechando 2020 com uma valorização 29,33%.

Apesar disso, no mês de dezembro, a divisa americana perdeu terreno contra o real, depreciando 2,95% em expectativa à recuperação da economia global.

Nas últimas semanas, a expectativa pelas vacinas gerou uma valorização para a moeda brasileira, embora o “overhedge” das empresas tenha resultado em oscilações mais bruscas.

Na sessão de hoje, devido à formação da Ptax, o mercado de câmbio ficou bastante volátil, pressionado pela baixa liquidez das operações.

Baixe gratuitamente: Dólar e Mini dólar – Desvendando este mercado

Ficou em destaque a ampliação do auxílio emergencial nos EUA, aprovado ontem pela Câmara dos Representantes.

Desse modo, o projeto prevê o aumento de US$600 para US$2.000 o valor do benefício. Pode requerer a concessão os trabalhadores que ganham até US$75 mil por ano.

Contudo, o texto ainda deve ser avaliado pelo Senado e há uma vertente de parlamentares que são contrários a este aumento de despesa.

Nesse sentido, o líder dos republicanos na referida Casa, Mitch McConnell, pretende atrelar essa votação a outros dois projetos, um de proteção às empresas de tecnologia e o outro que propõe uma investigação de possíveis irregularidades nas eleições.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Ao que parece, as chances de aprovação de todas essas matérias em conjunto são mínimas, o que reduz a possibilidade de aumento do auxílio.

Por aqui, a disputa pela presidência da Câmara e do Senado segue no radar do mercado, após o presidente Jair Bolsonaro declarar apoio em público à candidatura de Arthur Lira (PP).

Em contrapartida, Rodrigo Maia (MDB) anunciou o deputado Baleia Rossi (MDB) como o seu candidato à sucessão no comando da Câmara.

Juros futuros fecham em queda em sintonia com o câmbio

Os contratos de juros futuros encerraram com viés de queda em todos os períodos, em sintonia com o movimento do câmbio.

Além disso, o resultado do setor público consolidado veio melhor do que o esperado e isso contribuiu para a retirada do prêmio de risco dos DIs.

Na manhã de hoje, o Banco Central divulgou que o setor público teve um déficit primário de R$18,1 bilhões em novembro, ligeiramente abaixo do previsto.

Baixe agora: Guia do Investidor Iniciante

Ao mesmo tempo, a dívida bruta do governo caiu para R$6,558 trilhões, ou 88,1% do PIB, se distanciando do patamar de 100% previsto pelos economistas.

O DI junho/2021 ficou estável na cotação de 2,03%, o DI abril/2023 recuou para 4,45% (4,51% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2026 declinou para 6,08% (6,09% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Dólar fecha a R$5,18 e encerra 2020 com uma valorização de 29,33%

Leia também:

Incerteza da Economia recua em dezembro, mostra FGV

Dólar opera volátil em sinal de cautela no último pregão de 2020

B3: veja destaques de Petrobras, Hermes Pardini, Smiles e BR Distribuidora 


Sobre o autor