Dólar e índiceHome

Dólar fecha a R$4,32 e renova a máxima histórica

Por Pablo Vinicius Souza
11 fevereiro 2020 - 19:58

O dólar comercial registrou leve alta nesta terça-feira (11), na cotação de R$4,3250 na venda, renovando a máxima histórica de fechamento.

Fazendo o quarto pregão consecutivo de ganhos, a divisa americana também anotou novo recorde intradiário ao bater em R$4,3408.

O comportamento visto na sessão de hoje está em linha com o que foi visto no exterior, refletindo as declarações do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, sobre a economia dos EUA.

O chairman do Fed disse que a atual conjuntura macroeconômica do país está forte e saudável, e isso deu suporte de valorização à moeda.

O real também operou pressionado pela perspectiva de que ainda há uma brecha para novas reduções de juros no Brasil, tendo em vista o enfraquecimento dos indicadores locais.

Além disso, a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) abriu espaço para a interpretação de que novos cortes na taxa básica podem ser feitos futuramente.

Juros Futuros

Na renda fixa, os contratos de juros futuros encerraram nas mínimas, frente à possibilidade de a Selic permanecer em níveis ainda mais baixos por um longo tempo.

A percepção de que o cenário para a inflação continuará benigno e a retomada do crescimento será lenta e gradual, levou os investidores a retirarem o prêmio de risco com maior intensidade nos vértices intermediários e longos.

O DI novembro/2020 recuou para 4,17% (4,21% no ajuste anterior), o DI julho/2024 caiu para 5,95% (6,07% no ajuste anterior) e o DI julho/2026 declinou para 6,33% (6,39% no ajuste anterior).


Sobre o autor