Dólar e índiceHome

Dólar fecha a R$4,06 com foco nas projeções de crescimento econômico

Por Fast Trade
26 dezembro 2019 - 20:18

O dólar comercial encerrou em queda de 0,49% nesta quinta-feira (26), sendo cotado a R$4,0610 na venda, pressionado pelas projeções positivas quanto ao crescimento econômico do Brasil.

Na ausência de catalisadores mais expressivos, o movimento do câmbio está refletindo a aposta majoritária na apreciação do real, decorrente da melhora estrutural do ambiente interno.

Dentre os demais pares latino-americanos, a moeda brasileira obteve o segundo melhor desempenho contra a divisa americana, perdendo somente para o peso chileno.

O dólar caiu 0,11% em relação ao peso colombiano, recuou 0,11% contra o peso mexicano, mas avançou 0,18% na paridade com o novo sol peruano.

Segundo analistas, os investidores parecem ter aceitado o novo contexto de taxa Selic no menor nível da história, com relativa acomodação entre 4,25% e 4,50% ao ano.

Isso pode ser visto no amplo ajuste de posições promovido nos últimos dias e que pretende testar níveis mais baixos para o câmbio no curto prazo.

Mesmo com o déficit acumulado de 2,78% em conta corrente, a expectativa é de que haverá uma entrada massiva de recursos estrangeiros através de projetos de infraestrutura e privatizações, a partir de 2020.

Juros Futuros

Os contratos de juros futuros fecharam com redução nas taxas em todos os períodos, anotando um desempenho semelhante ao dólar, apesar do baixo volume de negócios.

O mercado de renda fixa promoveu a retirada do prêmio de risco dos ativos, precificando a melhora do cenário doméstico, com um avanço econômico em níveis mais fortes e sustentáveis.

O DI maio/2020 recuou para 4,32% (4,34% no ajuste anterior), o DI abril/2024 caiu para 6,32% (6,39% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2029 declinou para 7,06% (7,14% no ajuste anterior).


Sobre o autor