Dólar e índice

Dólar dispara a R$5,38 reagindo às incertezas do cenário fiscal

Por Fast Trade
20 novembro 2020 - 19:26 | Atualizado em 20 novembro 2020 - 20:09

O dólar comercial fechou em alta de1,34% nesta sexta-feira (20), reagindo às incertezas do cenário fiscal diante da possível venda das reservas cambiais.

Mesmo contabilizando valorização na sessão de hoje, a divisa americana não conseguiu evitar a queda semanal de 6,14%.

Baixe gratuitamente: Dólar e Mini dólar – Desvendando este mercado

Os fatores domésticos prevaleceram sobre a tendência do câmbio, inspirando uma trajetória de forte aversão ao risco, no sentido contrário ao exterior.

Desse modo, as incertezas sobre o andamento da agenda de reformas abriram espaço para mais um dia de depreciação da moeda brasileira.

Além disso, pesavam as declarações do ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre a possibilidade de venda das reservas cambiais para reduzir a dívida pública.

As palavras do ministro não foram bem recebidas pelo mercado, de modo que agravaram o pessimismo com o ambiente político.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Apesar de Guedes já ter abordado este assunto antes, chamou a atenção o fato de que não foram contempladas estratégias referentes às reformas estruturais.

Acima de tudo, ele falou de desalavancagem, venda de reservas, privatizações, mas sequer mencionou o corte de gastos da máquina pública, retirando este aspecto do foco.

Juros futuros fecham em alta com situação fiscal no radar

Os contratos de juros futuros registraram aumento nas taxas em todos os períodos, pressionados pelas incertezas da situação fiscal do país.

Nesse sentido, os agentes de mercado adicionaram prêmio de risco também colocando em pauta os desafios referentes ao controle da inflação.

Mesmo sem novidades relevantes em Brasília, os receios quanto à sustentabilidade das contas públicas levaram as taxas de longo prazo a contabilizarem um spread superior a 4%.

Baixe agore: Guia do Investidor Iniciante

Isto porque, diferentes casas de análise projetam aumento gradual nos preços, ainda que os choques de demanda sejam suavizados por medidas adotadas pelo governo.

O DI abril/2021 subiu para 2,08% (2,06% no ajuste anterior), o DI outubro/2023 avançou para 6,07% (5,90% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2027 saltou para 7,75% (7,60% o ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Dólar dispara a R$5,38 reagindo às incertezas do cenário fiscal

Leia também:

Preços do petróleo sobem e anotam terceira semana consecutiva de ganhos

Ministério da Economia melhora projeção de déficit primário em 2020


Sobre o autor