Dólar e índice

Dólar dispara a R$5,30 após surpresa com a inflação nos EUA

Por Fast Trade
12 maio 2021 - 18:50 | Atualizado em 12 maio 2021 - 20:38

O dólar comercial fechou em alta de 1,61% nesta quarta-feira (12), na cotação de R$5,3050 na venda, reagindo à surpresa com a inflação nos EUA.

Divulgado hoje, o índice de preços ao consumidor americano (CPI) acelerou para 4,2% na base anual em abril, contrariando as expectativas dos especialistas. Com isso, o sentimento de aversão ao risco tomou conta do mercado de câmbio, provocando perdas expressivas nos mercados emergentes.

O dado reforçou as preocupações sobre uma possível mudança de postura do Federal Reserve a respeito da manutenção dos estímulos, sobretudo, frente à intensa pressão inflacionária.

Dólar e Mini dólar – Desvendando este mercado

No entanto, a força compradora desacelerou no exterior e somente o real perdia terreno contra a divisa americana, em atenção ao cenário doméstico. A CPI da pandemia recebeu o depoimento do ex-secretário da Secom, Fabio Wajngarten, que gerou grandes controvérsias.

Nesse sentido, o executivo entregou uma carta da Pfizer, na qual, a empresa oferecia antecipadamente ao governo brasileiro a compra das vacinas. Segundo ele, não houve resposta por parte das autoridades do país e isso contribuiu para atrasar a campanha de imunização da população.

Apesar de ter gerado um grande alvoroço nas mídias tradicionais, os analistas avaliam que o episódio político teve pouca ou nenhuma influência no comportamento do real. “O mercado tentou segurar o câmbio depois da inflação dos EUA, mas não aguentou e viu um movimento brusco à tarde” – disse um gestor.

Juros futuros avançam em sintonia com o câmbio

Os contratos de juros futuros registraram forte aumento nas taxas em todos os períodos, acompanhando o estresse generalizado no dólar.

Isto porque, o salto na inflação elevou as pressões sobre a retirada antecipada dos estímulos pelo Fed, adicionando prêmio de risco em toda a curva a termo.

Da mesma forma, após a alta de 4,2% no índice cheio e de 3,0% no núcleo na comparação anual, o movimento dos DIs se tornou bastante expressivo.

Guia de A a Z de como se tornar um trader!

O aumento também foi reflexo do comportamento das Treasuries americanas com vencimento de dez anos, que atingiram as máximas no nível de 1,70%.

O DI setembro/2021 subiu a 4,10% (4,06% no ajuste anterior), o DI julho/2023 avançou para 7,31% (7,10% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2025 saltou para 8,25% (8,04% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Dólar dispara a R$5,30 após surpresa com a inflação nos EUA

Leia também:

Petróleo avança 1% com foco no relatório de estoques e na situação da demanda

Carrefour reduz a lucratividade para investir em sua estratégia de expansão

Marfrig (MRFG3) reverte o prejuízo e tem melhor 1º trimestre da história


Sobre o autor