Dólar e índiceHome

Dólar cai a R$5,06 com atuação do Banco Central e cena política no radar

Por Pablo Vinicius Souza
25 março 2020 - 12:36

O dólar comercial opera em queda nesta quarta-feira (25), pressionado pela atuação do Banco Central e pelas turbulências do cenário doméstico.

Na manhã de hoje, a autoridade monetária vendeu integralmente os US$3,3 bilhões de recursos ofertados ao mercado, por meio de um leilão de linha, com compromisso de recompra.

Isso arrefeceu a demanda por moeda estrangeira e viabilizou o fortalecimento do real nesta sessão, apesar da crise sanitária provocada pelo coronavírus.

Também gerou grande instabilidade o discurso que o presidente Jair Bolsonaro realizou em cadeia nacional, voltando a menosprezar os impactos do vírus, defendendo que todos retornem ao trabalho.

Para Bolsonaro, as escolas, empresas e o comércio devem retornar às atividades para evitar que a economia não entre em colapso.

O pronunciamento não foi bem recebido por parlamentares da base e da oposição, além de gerar fortes críticas por setores estratégicos e ligados à saúde.

O Brasil já tem mais de 2 mil casos confirmados de infecção pelo Covid-19 e contabilizou 48 mortos, mas, especialistas da área estimam que estes números devem estar subavaliados.

Ás 12h25 (horário de Brasília), o dólar comercial caía 0,33% contra o real, sendo cotado a R$5,0640 na venda.

Juros Futuros

Na renda fixa, os contratos de juros futuros apresentavam redução nas taxas ao longo da curva, com os investidores precificando os impactos da doença no crescimento do país.

O DI outubro/2020 recuava 4,46% sendo negociado a 3,43% (3,48% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2025 declinava 6,44% sendo vendido a 7,86% (8,33% no ajuste anterior).


Sobre o autor