Dólar e índiceHome

Dólar cai a R$4,37 com cautela no exterior e dados dos EUA

Por Pablo Vinicius Souza
21 fevereiro 2020 - 12:41

Depois de superar a marca de R$4,40 na abertura, o dólar comercial desacelerou e segue oscilando de olho no cenário externo.

Ás vésperas do Carnaval, que deixará o mercado sem negociações até a próxima quarta-feira, os investidores reforçavam posições defensivas, a fim de se precaver de algum imprevisto.

Diante de tantas notícias negativas sobre o avanço do coronavírus além do território chinês, o clima é de cautela no câmbio.

Após o aumento do número de mortos (2.247) e infectados (76.767) pela doença, o mercado segue avaliando os impactos negativos que o surto trará à economia global.

Embora as incertezas prevaleçam majoritariamente, a divisa americana perdeu força contra as principais divisas emergentes, repercutindo a divulgação dos dados mais fracos nos EUA.

Segundo informações do IHS Markit, o PMI preliminar da indústria recuou a 50,8 em fevereiro, ante 53,3 na leitura anterior, mostrando uma forte contração na atividade.

No mesmo sentido, o índice de serviços caiu de 53,4 para 49,4 no mesmo mês, o que representa um declínio generalizado nos principais setores econômicos do país.

Ás 12h29 (horário de Brasília), o dólar comercial recuava 0,39% contra o real, sendo cotado a R$4,3760 na venda.

Juros Futuros

Na renda fixa, os contratos de juros futuros apresentavam queda nas taxas ao longo da curva, passando por um movimento de ajuste, seguindo a trajetória do câmbio.

O DI setembro/2020 caía 0,48% sendo negociado a 4,16% (4,17% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2026 recuava 0,64% sendo vendido a 6,22% (6,23% no ajuste anterior).


Sobre o autor