Dólar e índiceHome

Dólar cai a R$3,85 com dados de emprego decepcionantes nos EUA

Por Pablo Vinicius Souza
07 junho 2019 - 12:21

Com o cenário político positivo após a vitória do governo no Supremo, o dólar seguia trajetória de queda refletindo os dados de empregos decepcionantes nos Estados Unidos.

Em maio, foram criados apenas 75 mil novos postos de trabalho no mercado norte-americano, enquanto as estimativas apontavam para 180 mil novas vagas.

Outro dado que frustrou os investidores foi o ganho real dos salários nos EUA, que subiram 0,2% no mês quando era esperado o avanço de 0,3%.

Nestas circunstâncias, o real brasileiro ganhava terreno contra a divisa americana, apresentando um dos melhores desempenhos dentre as principais moedas globais.

Ás 12h06 (horário de Brasília), o dólar comercial recuava 0,67%, sendo cotado a R$3,85, na mínima registrada no dia.

Na renda fixa, os contratos de juros futuros operavam em queda, renovando os patamares mínimos registrados nas últimas sessões.

O mercado continua retirando prêmio de risco dos ativos cambiais, precificando um corte na taxa Selic no curto prazo.

O DI outubro/2020 depreciava 2,07%, sendo negociado a 6,16% (6,27% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2025 declinava 1,40%, sendo vendido a 7,76% (7,85% no ajuste anterior).

Leia mais:

Ibovespa avança com vitória do governo no STF e expectativa de corte de juros


Sobre o autor