Dólar e Câmbio

Dólar cai a R$ 5,10 reagindo à entrada de recursos e ao feriado nos EUA

Por Fast Trade
21 fevereiro 2022 - 18:16 | Atualizado em 21 fevereiro 2022 - 18:59
Dólar americano
Créditos: shutterstock.com

O dólar comercial caiu 0,62% nesta segunda-feira (21), fechando na cotação de R$ 5,1070 na venda, reagindo à forte entrada de recursos no câmbio local. Além disso, o feriado do Dia dos Presidentes nos EUA também contribuiu com a fraqueza da divisa americana, pois, reduziu a liquidez das negociações.

No radar, as tensões entre a Rússia e a Ucrânia ganharam relevância, embora não tenham influenciado no comportamento das moedas neste pregão.

+ Carteira Recomendada de Ações Fevereiro: Baixe agora!

O real ganhou força, acima de tudo, em função do ciclo de alta na taxa Selic, que está em níveis elevados e constitui elemento de forte atratividade para os investidores. Nesse sentido, só em janeiro, os investidores internacionais ingressaram com mais de R$ 37 bilhões no mercado brasileiro.

Desse modo, o dólar acumulou queda de 3,77% em fevereiro e, no ano, a moeda já desvalorizou 8,39%, deixando a divisa brasileira como o melhor desempenho dentre as emergentes e globais. Mesmo assim, segundo o Goldman Sachs, o real ainda é a moeda com maior desconto, cerca de 30%, considerando um modelo de equilíbrio de troca.

Contudo, este movimento de valorização pode estar perto do fim, tendo em vista que a sazonalidade do câmbio está desfavorável para a adição de posições compradas, alertou o Citi.

Juros futuros fecham com viés de baixa seguindo a tônica cambial

Os contratos de juros futuros encerraram com queda nas taxas intermediárias e longas, acompanhando a tendência negativa vista no câmbio. Isto porque, o diferencial de juros da economia brasileira com o exterior continuou atuando como suporte para a queima de prêmio da curva a termo.

Segundo o estrategista-chefe do Banco Mizuho, Luciano Rostagno, a expectativa é que o volume de recursos continue entrando no país. “Os investidores estão em busca de taxas de juros mais elevadas e, por isso, as moedas da América Latina no geral dão sinais de mais resiliência” – comentou o executivo.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Em contrapartida, o Boletim Focus de hoje trouxe uma revisão das projeções para a inflação mensurada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Os economistas acreditam que o indicador encerrará 2022 em 5,56%, em um avanço em relação aos 5,50% estimados na semana passada.

Por fim, esta revisão limitou as variações nos DIs, pois, que este patamar está acima da meta perseguida pelo Banco Central que é 3,5%.

O DI julho/2022 avançou para 11,87% (11,86% no ajuste anterior), o DI julho/2023 caiu para 12,35% (12,36% no ajuste anterior) e o DI julho/2025 recuou a 11,27% (11,32% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Dólar cai a R$ 5,10 reagindo à entrada de recursos, em dia de feriado nos EUA

Leia também:

Bitcoin volta ao patamar de US$ 38 mil reagindo às tensões no Leste Europeu

Diretora do FED afirma que a alta dos juros nos EUA pode ser maior na próxima reunião

Site da Americanas fica fora do ar devido a um ataque cibernético; ações caem 5%


Sobre o autor