Dólar e Câmbio

Dólar cai 1,25% e fecha a R$ 4,76 seguindo o clima favorável a ativos de risco

Por Fast Trade
26 maio 2022 - 18:35 | Atualizado em 26 maio 2022 - 19:13
Créditos: shutterstock.com

O dólar comercial fechou em queda de 1,25% nesta quinta-feira (26), na cotação de R$ 4,7610 na venda, seguindo o clima favorável no exterior. Com este resultado, a divisa americana alcançou o menor patamar de encerramento em mais de um mês.

Com efeito, o real apresentou o melhor desempenho deste pregão considerando as 33 moedas mais líquidas. Tal movimento deve-se à taxa básica de juros do mercado doméstico, que está em níveis elevados, e pelos preços das commodities ainda muito valorizados.

+ Candles de volatilidade: saiba como utilizar estes indicadores!

Nesse contexto, a semana vem sendo de recuperação para as principais moedas emergentes, devido à perspectiva de que talvez não seja necessário o Banco Central dos EUA aumentar a taxa de juros em patamares muito restritivos, sobretudo, após a economia dar sinais de desaquecimento.

Os últimos indicadores do país indicaram que houve um arrefecimento da atividade. Isto porque a segunda leitura do Produto Interno Bruto (PIB) teve um declínio de 1,5%, mostrando um cenário muito pior do que os analistas projetavam.

De acordo com alguns indicadores técnicos, esse movimento de correção no dólar tende a atrair um volume de compra. Com a linha da taxa de câmbio tangenciando a curva inferior das Bandas de Bollinger, mas sem romper os suportes, certamente, indica algum esgotamento da força vendedora.

Juros futuros tem forte correção, com clima positivo no exterior

Os contratos de juros futuros encerraram em forte correção, seguindo o clima positivo do exterior, onde a demanda por ativos de risco foi consistente. Como o Brasil é considerado um mercado que amplifica as variações externas, a redução de prêmio nos DIs foi acentuada, sobretudo, nos vértices longos.

Além disso, os investidores ficaram animados com a aprovação do projeto de lei complementar que limita a 17% a cobrança do ICMS a sobre os combustíveis e a energia elétrica. Apesar de a tramitação do PL no Senado ainda ser uma incógnita, a dinâmica da matéria indica que haverá um consenso para a aprovação.

+ Ebook Dólar e Mini Dólar: Baixe agora!

Por fim, no tradicional leilão de Títulos do Tesouro as vendas somaram 96,5% do total de 9 milhões de Letras do Tesouro Nacional (LTNs) e 50% do lote de 300 mil Notas do Tesouro Nacional (NTN-F). O volume financeiro da transação foi de R$ 6,734 bilhões.

O DI outubro/2022 caiu a 13,24% (13,27% no ajuste anterior), o DI janeiro/2024 recuou a 12,42% (12,58% no ajuste anterior) e o DI outubro/2025 cedeu a 11,95% (12,16% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então assine a newsletter Fast Break e receba as notícias mais relevantes do momento!

 

Leia também:

Safra inicia a cobertura das ações da Fras-le prevendo forte valorização no curto prazo

Rumo estima que a safra do 2º semestre será forte para exportação


Sobre o autor