Dólar e índiceHome

Dólar cai 1% e fecha a R$4,14 com relatório de empregos nos EUA

Por Pablo Vinicius Souza
06 dezembro 2019 - 19:45

O dólar comercial encerrou com forte queda nesta sexta-feira (06), sendo cotado a R$4,1460 na venda, próximo à mínima do dia.

Notícias positivas no exterior e o baixo volume de transações favoreceram a apreciação do real, que devolveu parte das perdas registradas na semana passada.

O grande catalisador da sessão de hoje foi o relatório de empregos dos Estados Unidos, que surpreendeu o mercado pelo segundo mês consecutivo, mostrando números muito acima do esperado.

Durante o mês de novembro, foram criadas 266 mil novas vagas de trabalho, contrariando a expectativa de adição de apenas 187 mil no período.

O dado mostrou que a economia norte-americana está forte e saudável, e ao mesmo tempo, confirmou que a política monetária estabelecida pelo Federal Reserve está bem ajustada à atual conjuntura.

Geralmente, os indicadores mais fortes nos EUA tendem a pressionar a valorização do dólar contra as moedas emergentes, contudo, em meio ao cenário de desaceleração da economia global, o resultado mais forte afastou os temores de uma possível recessão.

Por isso, a divisa americana recuou contra as principais moedas mais líquidas, uma vez que, o apetite ao risco esteve presente ao longo das operações.

Na renda fixa, os contratos de juros futuros acompanharam o comportamento do câmbio e fecharam em queda livre em todos os períodos.

Após a divulgação do IPCA, os investidores ficaram aliviados pois o quadro de inflação ainda se apresenta benigno, reforçando a perspectiva de juros mais baixos por um bom tempo.

Embora o índice tenha vindo um pouco acima do esperado (+0,51%), o resultado ficou dentro do intervalo programado, confirmando espaço para a queda da Selic na próxima reunião do Banco Central.

O DI outubro/2020 recuou a 4,47% (4,54% no ajuste anterior), o DI janeiro/2024 declinou para 6,09% (6,20% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2027 caiu a 6,69% (6,77% no ajuste anterior).


Sobre o autor