Dólar e índice

Dólar avança seguindo correção externa antes da decisão do Fed

Por Fast Trade
28 julho 2020 - 11:31 | Atualizado em 28 julho 2020 - 12:52
Dólar (DOLFUT)

O dólar comercial operava em alta nesta terça-feira (28), acompanhando o movimento de correção externa, antes da reunião do Federal Reserve.

Na manhã de hoje, iniciaram as discussões no Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) sobre as diretrizes de política monetária que serão adotadas nos EUA.

Nesse sentido, a decisão final sobre a taxa de juros no país acontecerá amanhã, quando o presidente da instituição, Jerome Powell, fará um discurso para comentar a questão.

Além disso, os investidores monitoravam a divulgação dos detalhes sobre o pacote fiscal de US$1 trilhão em recursos que está sendo negociado no Congresso americano.

Baixe agora: Estratégia Long e Short – Saiba como operar

Em contrapartida, o aumento do número de casos de Covid-19 no país, novamente, despertava cautela, visto que, poderá atrasar a recuperação econômica.

Por aqui, as atenções se concentravam nos indicadores locais, sobretudo, em relação aos dados melhores do que o previsto no saldo das contas externas.

Segundo informações do Banco Central, o superávit em conta corrente foi de US$2,2 bilhões em junho, superando as expectativas.

Da mesma forma, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) revelou que foram fechados 10.984 postos de trabalho formais durante o mês de junho.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader

Mesmo assim, este número animou o mercado porque veio muito abaixo do corte estimado pelos economistas de 58,4 mil vagas, conforme pesquisa do Valor Data.

Apesar do movimento de alta, a divisa americana desacelerou um pouco após a realização do leilão de linha de até US$2 bilhões para rolagem de vencimentos.

Ás 11h31 (horário de Brasília), o dólar comercial avançava 0,27% contra o real, sendo cotado a R$5,1740 na venda.

Juros Futuros operam em alta no compasso da tônica cambial

Os contratos de juros futuros operavam em alta, se ajustando ao fortalecimento do câmbio no cenário interno, após passar por sucessivas quedas.

Os vértices de curto prazo apresentavam uma valorização moderada, certamente, precificando um corte residual na taxa Selic na próxima reunião do Copom.

Baixe agora: Índice e Mini Índice: Desvendando os contratos futuros

Já os vértices intermediários e longos sofriam maior adição de prêmio de risco refletindo o exterior e as preocupações com os impactos da pandemia na economia global.

O DI janeiro/2021 subia 1,04% sendo negociado a 1,94% (1,92% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2025 avançava 0,56% sendo vendido a 5,39% (5,34% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de tudo o que acontece no mercado financeiro? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Dólar avança seguindo correção externa antes da decisão do Fed

Leia também:

Balança comercial, minério, confiança do comércio e IPO

Lucro líquido do Carrefour (CRFB3) dispara 74,9% no 2º tri, para R$ 713 milhões


Sobre o autor