Dólar e índice

Dólar avança a R$5,76 com preocupações referentes à dinâmica fiscal

Por Fast Trade
29 março 2021 - 18:29 | Atualizado em 29 março 2021 - 19:40

O dólar comercial fechou em alta de 0,40% nesta segunda-feira (29), na cotação de R$5,7660 na venda, motivado pelas preocupações referentes à dinâmica fiscal.

Depois de bater em R$5,8060 na máxima do dia, a divisa americana desacelerou, mas não perdeu o viés positivo. Os riscos de pedaladas fiscais associados à constante saída de ministros do governo estão minando a confiança dos investidores.

Com isso, o real fez mais uma sessão de perdas, consagrando a sua liderança como moeda emergente que mais se depreciou em 2021.

No entanto, a saída do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, foi bem recebida pelo mercado, uma vez que as suas ingerências provocaram o atraso na compra das vacinas.

Dólar e Mini dólar – Desvendando este mercado

Além disso, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, informou por meio de uma nota oficial, o seu pedido de demissão da pasta. A equipe governista não está coesa e muitos nomes estão desistindo do trabalho em função do relacionamento com o Planalto.

Agora há pouco, o advogado-geral da União, José Levi, também entregou a sua carta de demissão ao presidente Jair Bolsonaro, o que também gerou desconforto.

Sem a atuação firme do Banco Central, o clima de aversão ao risco provocou uma disparada no dólar, que vem se fortalecendo no compasso da piora da pandemia no país. Na véspera, o Brasil registrou novo recorde de mortes na média móvel de sete dias, totalizando 2.598 óbitos.

Juros futuros avançam de olho no Orçamento

Os contratos de juros futuros encerraram em alta, reagindo à percepção de risco causada pela aprovação do orçamento.

Isto porque, o conteúdo do projeto de lei colocou em xeque a credibilidade do teto de gastos ao permitir o corte de algumas despesas obrigatórias. Desse modo, aposentadorias e pensões sofreram redução de verba, que será repassada às despesas discricionárias.

Assim, os gastos que estão sujeitos ao teto devem estourar em R$31,9 bilhões, segundo informações da Instituição Fiscal Independente (IFI).

Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Da mesma forma, segundo analistas, parece inevitável que as despesas públicas vão aumentar para além dos R$44 bilhões previstos e isso pressionou os trechos intermediários e longos.

O DI julho/2021 caiu a 3,36% (3,38% no ajuste anterior), o DI outubro/2022 subiu para 6,22% (6,19% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2024 avançou para 7,64% (7,58% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Dólar avança a R$5,76 com preocupações referentes à dinâmica fiscal

Leia também:

Futuros de petróleo fecham em alta à espera da reunião da Opep+

Peste suína africana beneficia expansão dos frigoríficos brasileiros na China

Cemig (CMIG4) apresenta lucro líquido de R$1,332 bilhão no 4T20


Sobre o autor