Dólar e índice

Dólar avança a R$5,50 em dia de turbulência na cena global

Por Fast Trade
11 janeiro 2021 - 19:18 | Atualizado em 11 janeiro 2021 - 20:38

O dólar comercial fechou em alta de 1,59% nesta segunda-feira (11), na cotação de R$5,5000 na venda, reagindo ao dia de turbulência na cena global.

Acompanhando o sentimento de cautela em relação à situação política dos EUA, a divisa americana ganhou força, atingindo o maior nível desde novembro.

Desse modo, ficou no radar as movimentações dos parlamentares em torno de um eventual processo de impeachment contra o atual presidente, Donald Trump.

Baixe gratuitamente: Dólar e Mini dólar – Desvendando este mercado

Caso ele decida não pedir a renúncia de seu cargo, há uma mobilização no Congresso para suspender suas atividades antes da posse oficial de Joe Biden.

Isto porque, Trump incentivou e concedeu apoio formal aos manifestantes que invadiram o capitólio como forma de protesto.

Outro ponto de tensão era a situação do vice-presidente, Mike Pence, que está sendo pressionado a invocar a 25ª Emenda da Constituição, à qual, possibilita o afastamento do Chefe do Executivo por incapacidade de governar.

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade

Por aqui, além de refletir o cenário internacional, o movimento do real também era afetado pelas incertezas do quadro fiscal.

Acima de tudo, a disputa pelas lideranças da Câmara e do Senado concentravam as atenções em torno de dois candidatos, um do governo e o outro da oposição.

O salto da moeda americana só não foi maior porque o Banco Central decidiu agir no câmbio realizando um leilão extra de swap cambial.

Juros futuros fecham em alta com cena fiscal e títulos dos EUA no radar

Os contratos de juros futuros fecharam com aumento nas taxas em todos os períodos, em sintonia com o clima de aversão ao risco.

Nesse sentido, a recomposição do prêmio de risco aconteceu em reação ao avanço da curva de juros dos Treasuries norte-americanos.

Além disso, as questões internas pesaram, com a disputa pelas presidências da Câmara e do Senado e a questão fiscal.

Baixe agora: Guia do Investidor Iniciante

Outro fator que adicionou volatilidade aos DIs foi o avanço do Covid-19 no Brasil, após o alcance de novos recordes em número de mortes diárias.

O DI junho/2021 ficou estável na cotação de 2,03%, o DI abril/2023 recuou para 4,45% (4,51% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2026 declinou para 6,08% (6,09% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Dólar avança a R$5,50 em dia de turbulência na cena global

Leia também:

Balança comercial anota superávit de US$1 bilhão na primeira semana de 2021


Sobre o autor