Dólar e índice

Dólar avança a R$5,43 com exterior negativo e CPI do Covid-19

Por Fast Trade
04 maio 2021 - 18:37 | Atualizado em 04 maio 2021 - 20:31

O dólar comercial fechou em alta de 0,18% nesta terça-feira (04), na cotação de R$5,4300 na venda, com foco no exterior negativo e na CPI do Covid-19.

Em linha com o movimento de alta nos mercados emergentes, a divisa americana desacelerou os ganhos ao longo do dia, mas permaneceu em território positivo. No radar, o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, depôs à Comissão Parlamentar de Inquérito no Senado.

Durante sua exposição, ele buscou esclarecer detalhes sobre a sua gestão e reafirmou a responsabilidade do presidente Jair Bolsonaro sobre o fiasco do enfrentamento à pandemia.

Acima de tudo, Mandetta destacou que houve sérias discordâncias entre ele e o presidente acerca do distanciamento social. Da mesma forma, ele acusou o deputado Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, e o Itamaraty de dificultarem a compra de produtos da China.

Dólar e Mini dólar – Desvendando este mercado

Em contrapartida, o ex-ministro, Eduardo Pazuello, comunicou que não irá comparecer na audiência agendada para amanhã alegando que estaria com sintomas gripais após ter contato com pessoas infectadas pelo Covid-19.

Com isso, o depoimento de Nelson Teich que aconteceria hoje, foi adiado para amanhã e Pazuello comparecerá à Casa em uma data posterior.

Em outro front, o relator da reforma tributária apresentou hoje o seu parecer à comissão que analisa o tema na Câmara dos Deputados. Segundo o presidente da Casa Legislativa, Arthur Lira (PP), a proposta será fatiada para garantir que a aprovação do texto-base aconteça o mais rápido possível.

Desse modo, o ministro Paulo Guedes ressaltou a importância do projeto, dizendo que poderá reduzir as isenções e desonerações no total de R$300 bilhões. Ademais, ele comentou que o PL poderá eliminar outros R$4 trilhões em contenciosos tributários.

Juros futuros tem firme alta de olho no cenário político

Os contratos de juros futuros encerraram em alta, registrando adição de prêmio de risco em todos os períodos da curva a termo.

Nesse sentido, os operadores de mercado se anteciparam a uma comunicação mais dura do Banco Central, ajustando posições antes do Copom.

Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Além disso, o início dos depoimentos na CPI da pandemia no Senado e a votação pela recomposição dos recursos para o orçamento também acentuaram o movimento de alta nos DIs.

O DI setembro/2021 subiu a 4,03% (4,01% no ajuste anterior), o DI abril/2023 avançou para 6,83% (6,70% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2025 aumentou para 8,02% (7,86% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Dólar avança a R$5,43 com exterior negativo e CPI do Covid-19

Leia também:

Petróleo tem sessão de ganhos apoiado por otimismo com a demanda global

Brasil teve um desempenho econômico “bastante razoável” – diz Guedes

Itaú (ITUB4) lucra R$ 6,4 bilhões no 1T21, +64% A/A


Sobre o autor