Dólar e índiceHome

Dólar avança a R$4,37 refletindo as declarações de Roberto Campos Neto

Por Pablo Vinicius Souza
19 fevereiro 2020 - 12:38

O dólar comercial operava em alta nesta quarta-feira (19), refletindo as perspectivas econômicas internas e as declarações do presidente do Banco Central.

Roberto Campos Neto disse que a instituição somente intervirá no câmbio quando avaliar que há problemas de liquidez ou quando perceber que o comportamento da moeda local está destoando de seus pares.

Mesmo em forte depreciação, o real não está demonstrando uma situação de deterioração generalizada dos ativos brasileiros, e, por isso, a autoridade manterá uma postura de cautela.

Segue em foco a percepção dos investidores quanto à redução no ritmo de crescimento da economia local, sobretudo, após as sucessivas revisões para baixo das estimativas do mercado.

Além da fraqueza na retomada das atividades, o avanço do coronavírus na China poderá impactar seriamente as exportações do Brasil e isso pressionava o declínio do real.

No exterior, a divisa americana segue a direção contrária e recua contra as principais moedas emergentes, em função da melhora no sentimento de risco.

Ás 12h30 (horário de Brasília), o dólar comercial subia 0,34% contra o real, sendo cotado a R$4,3730 na venda.

Juros Futuros

Na renda fixa, os contratos de juros futuros apresentavam viés de alta, alinhados ao comportamento do câmbio e às estimativas de lentidão no crescimento econômico.

O DI dezembro/2020 subia 0,24% sendo negociado a 4,20% (4,19% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2027 avançava 0,47% sendo vendido a 6,43% (6,39% no ajuste anterior).


Sobre o autor