Dólar e índiceHome

Dólar avança a R$4,19 impulsionado por indicadores dos EUA

Por Pablo Vinicius Souza
16 janeiro 2020 - 19:54

O dólar comercial valorizou 0,22% nesta quinta-feira (16), fechando na cotação de R$4,1920 na venda, depois de ter batido na máxima em R$4,20.

Depois de abrir em queda pressionada pelo avanço de 0,18% do IBC-Br mensurado em novembro, a divisa americana mudou de direção e passou a operar em leve alta.

Apesar de o índice ser uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB), o otimismo local não conseguiu fazer frente ao movimento comprador que prevaleceu no câmbio.

A vertente contrária veio após a publicação das vendas no varejo nos EUA, que aumentaram em 0,3% em dezembro, em relação a novembro, alcançando o intervalo das previsões dos economistas.

Mas o que realmente surpreendeu os investidores foi o salto no índice de difusão da atividade do Fed da Filadélfia, que saltou de 2,4 para 17,0 no último mês do ano.

Os indicadores desencadearam o fortalecimento do dólar no mercado internacional, sobretudo, em relação às principais divisas emergentes e ligadas às commodities.

No que tange ao real, o momento é bem crítico, tendo em vista que a moeda dos EUA acumula alta de 4,56% até o momento e não há estimativas consistentes sobre o ingresso de fluxo estrangeiro no curto prazo.

Segundo as projeções dos analistas, o dólar poderá voltar a testar a fronteira psicológica de R$4,25 nas próximas semanas, antes de demonstrar certa acomodação.

Juros Futuros

Na renda fixa, contratos de juros futuros registraram aumento nas taxas em todos os períodos, com os DIs passando por intensa recomposição no prêmio de risco.

A tônica de valorização do câmbio contaminou os ativos ao longo de toda a curva a termo, pressionando um movimento mais técnico de ajustes, que devolveu quase a totalidade das perdas geradas pelo IBC-Br.

O DI novembro/2020 subiu para 4,34% (4,29% no ajuste anterior), o DI abril/2023 saltou para 5,78% (5,70% no ajuste anterior) e o DI julho/2025 avançou para 6,52% (6,42% no ajuste anterior).


Sobre o autor