Dólar e Câmbio

Dólar avança 1,25% e fecha a R$ 5,15 com tensão externa e feriado no radar

Por Fast Trade
25 fevereiro 2022 - 19:01 | Atualizado em 25 fevereiro 2022 - 19:35

O dólar comercial fechou em alta de 1,25% nesta sexta-feira (25), na cotação de R$ 5,1550 na venda, com tensão externa e feriado de Carnaval no radar. Acompanhando o viés internacional, a divisa americana se fortaleceu no câmbio local, desviando do comportamento visto entre os emergentes.

Em dia de formação da Ptax (taxa de câmbio calculada pelo Banco Central), os investidores realizaram lucros, depois de contabilizar sucessivos pregões de valorização do real. Como haverá um feriado prolongado, as operações serão retomadas apenas na quarta-feira.

+ Guia completo sobre investimentos em fundos multimercados

Devido ao clima de cautela, a divisa brasileira registrou o pior desempenho desta sessão e o dólar conseguiu fechar a semana com ganhos de 0,28%. Apesar disso, a moeda dos EUA contabilizou declínio mensal de 2,82%, engatando o quarto mês consecutivo de perdas.

Acima de tudo, essa é a mais longa sequência negativa para o dólar desde 2009, quando os mercados globais estavam em recuperação do crash financeiro.

Juros futuros avançam seguindo as Treasuries e a piora da inflação

Os contratos de juros futuros encerraram com viés de alta, em sintonia com o aumento nos rendimentos das Treasuries americanas. Desse modo, a piora da inflação nos EUA, houve uma forte adição de prêmio de risco nos títulos do Tesouro do país.

Nesse sentido, o movimento foi uniforme em toda a estrutura da curva a termo, que também sofreram a influência de fatores internos. Por exemplo, relatos confirmaram que o governo está avaliando a adoção de novas medidas para tentar conter as pressões inflacionárias.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

De acordo com os analistas da XP, o mercado está na expectativa pelo anúncio de uma possível redução do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI), apesar de qualquer renúncia de receitas, neste momento, poder prejudicar o quadro fiscal do país.

O DI julho/2022 fechou estável na faixa de 11,40%, o DI julho/2023 avançou para 12,40% (12,39% no ajuste anterior) e o DI julho/2025 saltou a 11,34% (11,29% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

 

Leia também:

Americanas tem crescimento de 20,5% nos lucros do 4T21; analistas avaliam a ação

CCR divulga resultados do 4° trimestre de 2021 e reporta prejuízo de R$ 133,2 milhões


Sobre o autor