Economia

DI1FUT: Juros futuros de curto prazo despencam após Fed, UBS, CMN; mercado aguarda Copom

Por TradersClub
16 março 2020 - 10:37 | Atualizado em 08 maio 2020 - 10:00
indicadores econômicos

Os juros futuros de curto prazo abriram em forte queda nesta segunda-feira, já antecipando cortes mais elevados na taxa básica de juros, a Selic, depois que o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, ter anunciado um novo corte emergencial neste domingo de um ponto percentual, deixando a taxa perto de zero. O mercado também reage ao anúncio do Conselho Monetário Nacional de adotar medidas para ajudar economia brasileira a enfrentar os efeitos do coronavírus, em linha com o alívio monetário emergencial ao redor do mundo, e ao relatório do banco UBS, que passou a projetar um corte de 1 ponto percentual na Selic, para 3,25%, esperando que Copom possa agir ainda hoje.

Por volta das 09h45, o juro futuro dos contratos com vencimento em janeiro próximo operava a 3,960% com queda de 30 pontos-base ante os 4,26% da última sexta, sugerindo uma Selic mais próxima de 3,75% ao ano do que os 4%, previstos pelo mercado na última sexta-feira. Já os juros dos contratos mais longos, como os DI com vencimento em 2025 subiam a 7,41%, sugerindo que o mercado espera que a alta do dólar faça a autoridade monetária mais frente elevar a Selic, devido às pressões inflacionárias.

O Tesouro Nacional anunciou para hoje a compra de 3 milhões de NTN-F e a venda de 1,5 milhão de NTN-F. A entidade venderá também um milhão de LTN e outro milhão de  LTN-B, além da compra de 3 milhões de NTN-B. (Bárbara Leite)


Sobre o autor