HomePolítica

Desembolsos do BNDES caem 9% no semestre

Por Bruna Santos
26 julho 2019 - 11:02

Os desembolsos do BNDES caíram 9% no primeiro semestre de 2019, em comparação com o mesmo período de 2018.

A marca atingida pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social foi de R$ 25 bilhões no mencionado período.

Esse foi o menor volume para o primeiro semestre desde 2000 (R$ 21,7 bilhões).

Para o superintendente da Área de Planejamento do BNDES, Pedro Iootty, a perspectiva para o ano é de desembolsos da ordem de R$ 60 bilhões a R$ 70 bilhões.

Segundo ele, a efetivação desses valores, tanto para cima como para baixo, dependerá do ritmo de retomada da economia.

No acumulado de 12 meses, foi percebido uma expansão de 3% ante ao período anterior (liberações de R$ 66,7 bilhões).

Do total, 45,5% (R$ 11,4 bilhões) dos desembolsos do BNDES foram dedicados a projetos da área de infraestrutura.

Os números, divulgados na quinta-feira (25), indicam alta de 4% em relação ao primeiro semestre do ano passado.

Além disso, os setores de energia elétrica se destacam, com crescimento de 17% (R$ 4,793 bilhões) e participação de 19,1%.

Há ainda estabilidade nos desembolsos para a área de transportes (R$ 6,1 bilhões), com participação de 24,3% no montante liberado.

Iootty afirma que a queda observada nas consultas de projetos é resultado da mudança no processo de concessão de empréstimos.

A mencionada operação ocorreu em outubro (2018), que deu ao BNDES “maturidade no processo interno de análise, que ganhou velocidade”.


Sobre o autor