Empresas

CPFL Energia reporta lucro no 4° trimestre de 2020 e propõe distribuição de dividendos

Por Fast Trade
26 março 2021 - 10:00 | Atualizado em 26 março 2021 - 10:23
CPFL Energia

A CPFL Energia (CPFE3) divulgou seu balanço referente ao 4T20 e propôs o pagamento de R$ 1,731 bilhão em dividendos. Confira.

Em primeiro lugar, o grupo do setor de energia do Brasil, apurou um lucro líquido de R$ 989 milhões nos últimos três meses de 2020. De acordo com a empresa, o montante representa um salto de 15,5% ante mesmo período de 2019.

Acima de tudo, o resultado foi impulsionado por efeitos advindos de um acordo entre empresas de energia e o governo. Esse acordo, por sua vez, refere-se ao risco hidrológico na operação de usinas.

Como resultado, a Companhia elétrica acumulou ganhos de R$ 3,70 bilhões em 2020, +34,9% ante o ano imediatamente anterior.

Já os lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) da operadora de empresas de distribuição, foi de R$ 1,9 bilhão no 4T20.

Conforme apurou a CPFL Energia, o resultado representa um aumento de 10,4% frente a outubro, novembro e dezembro de 2019. Assim sendo, o Ebitda da empresa subiu 6% no acumulado do ano, para R$ 6,78 bilhões.

Mais do resultado da CPFL Energia

A CPFL Energia tem negócios em geração, energia renovável, transmissão e comercialização. Somando suas operações, registrou uma receita operacional líquida de R$ 9,274 bilhões no 4T20 (+15,6% A/A).

O saldo elevou a receita operacional total para R$ 30,898 bilhões, montante que representa um acréscimo de 3,2% ante 2019. Nesse sentido, cabe destacar o resultado dos negócios de geração no último trimestre do ano passado.

O indicador marcou um lucro líquido de R$ 502 milhões, ante o lucro de R$ 354 milhões em 2019.

Destaque para o impacto positivo de R$ 140 milhões pelo acordo sobre o risco hidrológico, segundo o presidente da Companhia, Gustavo Estrella.

À Reuters, Estrella sinalizou que o acordo permitirá à CPFL a prorrogação do prazo para exploração de suas hidrelétricas.

Dividendos e investimentos

Diante do lucro reportado no quarto trimestre de 2020, o Conselho de Administração da CPFL propôs o pagamento de R$ 1,731 bilhão em dividendos.

O valor proposto corresponde a R$ 1,501869855 por ação, relativo ao exercício fiscal do ano passado. Assim, a remuneração aos acionistas da empresa atende a política de distribuição de mínimo 50% do lucro líquido ajustado.

“Estamos numa expectativa de algum novo investimento, alguma aquisição nos próximos meses. Se isso por alguma razão não acontecer vamos declarar dividendos remanescentes”, disse o presidente do grupo à Reuters.

Segundo o executivo, a CPFL avalia novas oportunidades em geração, transmissão e distribuição de energia.

Por fim, a empresa anunciou seu novo plano de investimentos para os próximos anos. De acordo com o documento divulgado ao mercado, a Companhia prevê aportes totais de R$ 15,22 bilhões até 2025.

Anteriormente, a CPFL havia estimado um investimento total de R$ 13,5 bilhões. Em 2021, a empresa planeja investir R$ 3,4 bilhões; do total, R$ 2,5 bilhões seriam destinados à área de distribuição.

Continue acompanhando o portal Fast Trade para ficar por dentro dos principais balanços corporativos de 2020 e outros destaques da B3.

Leia também: B3: Hermes Pardini (PARD3) e Bradespar (BRAP4) anunciam resultados de 2020


Sobre o autor