HomeMercados

Coronavírus pode reverter ciclo de recordes para frigoríficos

Por Bruna Santos
28 fevereiro 2020 - 08:33

O ciclo de recordes batidos pelos principais frigoríficos brasileiros pode ser revertido diante do surto do coronavírus iniciado na China. Após nova queda do Ibovespa, de 2,59%, as preocupações se voltam para a redução na perspectiva de crescimento econômico brasileiro.

Uma provável queda nas importações de carne bovina é considerada um fator que levou a revisão de crescimento do PIB. Assim sendo, o primeiro semestre 2020 pode mostrar um recuo acentuado em meio a um cenário de epidemia. Isso está afetando a circulação de pessoas e o comércio em todo o mundo, disse o Rabobank em relatório divulgado.

A perspectiva do banco é que a bonança verificada nas exportações de carnes do Brasil recentemente pode ser reprimida. Esse movimento coloca em risco o ciclo de recordes iniciado pela demanda adicional da China por importações de alimentos.

Isso ocorreu após a peste suína africana atingir a oferta de carne do país asiático desde meados de 2018. Em 2019, as exportações de carne bovina do Brasil atingiram uma receita recorde de US$ 7,5 bilhões.

A China representou 26,6% da demanda para frigoríficos locais, de acordo com dados compilados pela Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo). Se contabilizadas as vendas para Hong Kong, o volume salta para 45%.

JBS (JBSS3), Minerva (BEEF3), assim como a Marfrig (MRFG3) estão entre alguns dos principais exportadores de carne bovina do Brasil.

De acordo com o Rabobank, a China possui um estoque de carne bovina congelada armazenada, afinal, esses alimentos não foram consumidos no feriado do Ano Novo Lunar, já que os restaurantes no país foram fechados por causa da doença.

Ademais, parte desses estabelecimentos, segundo o banco, podem permanecer fechados até março, afinal, muitos seguem evitando refeições fora de casa, portanto, a indústria brasileira de carne bovina experimenta “um momento de rebalanceamento de oferta e demanda”.

Leia mais:

Coronavírus tem mais destaque que incerteza política; PNAD de janeiro; PIB e outras notícias

Previsão de crescimento econômico para Brasil recua a menos de 2%, diz bancos de Wall St

Exportação para a China: JBS assina acordo de até R$3 bi

Minerva anuncia joint venture para expandir sua atuação no mercado chinês


Sobre o autor