Empresas

Copasa (CSMG3) não pagará dividendo extraordinário e mais notícias de proventos

Por Fast Trade
19 junho 2020 - 08:00 | Atualizado em 19 junho 2020 - 08:48

A Copasa (CSMG3) não irá pagar os R$ 400 milhões em dividendo extraordinário neste momento, “em função de incertezas dos impactos da pandemia da Covid-19”. De acordo com o fato relevante da Companhia de Saneamento de Minas Gerais, seu conselho decidiu preservar o caixa para garantir compromissos já assumidos.

Leia também: Ações da Copasa (CSMG3) sobem com notícia de privatização

Nesse contexto, a empresa destacou que “conforme vem sendo noticiado”, a pandemia “aparenta ainda não ter atingido seu pico em no estado de Minas Gerais”.

O pagamento do dividendo extraordinário tinha sido previsto a partir da relação entre dívida líquida e lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês), que havia ficado abaixo de 2 vezes no ano passado.

Além disso, a Copasa destacou outros pontos que nortearam a decisão, como a avaliação de que uma eventual dificuldade ou condições mais desfavoráveis para a captação de recursos no mercado no momento deve elevar a necessidade de uso de recursos próprios para a realização dos investimentos de 2020.

Por fim, “a administração da companhia acredita que, até o final do exercício, o cenário econômico poderá retomar a patamares normais, momento em que poderá rever o assunto”. Leia o fato relevante na íntegra.

Even anuncia que irá pagar R$ 30 milhões em dividendos

Na contramão da Copasa, a Even (EVEN3) vai pagar R$ 30 milhões de dividendos. Segundo a incorporadora, o valor bruto por cada ação ordinária será de R$ 0,14430141, e o montante será pago em 02/07/2020.

A empresa ainda informou que suas ações passaram a ser negociadas ex-dividendos em 04 de maio de 2020. Saiba mais sobre o pagamento.

Lojas Renner vai pagar R$ 55,9 milhões em juros sobre o capital próprio

Assim também, Lojas Renner (LREN3) comunicou o mercado a distribuição de proventos sob forma de juros sobre o capital próprio. Conforme o comunicado da Renner, o pagamento será de R$ 55,9 milhões, montante que corresponde a R$ 0,070596 por ação.

O pagamento considerará a posição acionária do dia 23/06/2020 e as ações passam a ser negociadas em “ex-JSCPs” a partir do dia seguinte (24). Confira na íntegra.


Sobre o autor