Economia

Confiança da construção cresce em julho com retomada das obras

Por Fast Trade
28 julho 2020 - 16:00 | Atualizado em 28 julho 2020 - 17:19

Expectativas mais otimistas em relação à demanda levaram a confiança da construção (ICST) a dar um salto de 6,6 pontos no mês de julho. De acordo com a Fundação Getulio Vargas, o Índice de Confiança da Construção bateu a marca dos 83,7 pontos, e segue em direção à recuperação ao nível pré-pandemia.

Baixe agora: Guia de A a Z de como se tornar um trader

Vale destacar que o indicador vinha de uma sequência de quatro meses em declínio, mas cresceu em médias móveis trimestrais (de 70,0 para 76,3 pontos).

Segundo a Coordenadora de Projetos da Construção da FGV/IBRE, Ana Maria Castelo, “a percepção em relação ao momento corrente já retornou ao patamar de 2019”. Contudo, ela ponderou que no ano passado as empresas ainda estavam começando a se recuperar das perdas apuradas no entre 2014 e 2018.

Mesmo assim, “as expectativas têm avançado e o número de empresas apontando crescimento da demanda dos próximos meses já superou o de empresas assinalando queda”.

Baixe agora: Guia completo para obter sucesso nos investimentos na Bolsa

O levantamento mostrou que o Índice de Expectativas (IE-CST) já recuperou cerca de 72% das perdas observadas entre janeiro (104,2 pontos, maior valor do ano).

Conforme a publicação, o índice avançou 8,5 pontos, para 91,7 pontos, recuperando também a perda de abril (59,9 pontos, menor valor do ano).

Além disso, os indicadores de demanda prevista e tendência dos negócios avançaram 9,0 pontos e 7,9 pontos, para 92,1 pontos e 91,4 pontos, respectivamente.

Acesse aqui o press release do Índice de Confiança da Construção

Confiança da construção em junho

Confiança da construção tem a maior variação positiva da série histórica

Empresário industrial está mais confiante

Na esteira da melhor perspectiva medida pela confiança da construção, o ICEI da Indústria de transformação também cresceu em julho, pelo terceiro mês consecutivo.

Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o ICEI saltou de 41,2 pontos apurados em junho para 47,6 pontos em julho. Assim, sendo, o empresário desse segmento se aproxima da linha divisória dos 50 pontos, após a queda histórica registrada no mês de abril.

Baixe gratuitamente: Descubra o seu perfil de investidor e aprenda a investir o seu patrimônio

O ICEI da Indústria de Construção atingiu 46,3 pontos, após crescer 3,7 pontos em julho.

INCC-M sobe 0,84% em julho

Por fim, o Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) mostrou variação de 0,84% em julho, percentual superior ao apurado em junho (0,32%).

Já a taxa do índice referente a Materiais, Equipamentos e Serviços avançou de 0,68% para 0,75% na comparação mensal com junho. Acesse o press release do INCC-M e fique por dentro dos índices que apontam a melhora na confiança da construção.

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade


Sobre o autor