Mercados

Como o mercado se posiciona para a abertura desta quinta-feira, 10 de junho

Por TradersClub
10 junho 2021 - 09:58 | Atualizado em 10 junho 2021 - 11:37
Abertura desta quinta-feira 10 de junho

São Paulo, 10 de junho – O início dos negócios na abertura desta quinta-feira, 10 de junho, na B3 é marcado por um exterior perto da estabilidade, em compasso de espera, antes da divulgação da inflação ao consumidor americano de maio e os pedidos de seguro-desemprego semanais. Números do índice de preços, chamado CPI na sigla em inglês, acima do esperado juntamente com queda maior nos benefícios, podem acionar proteção pelo receio de retirada antecipada de estímulos e puxar dólar e yields, além de derrubar bolsas.

Leia: Miniguia com os principais códigos dos bancos e suas utilidades

Coletiva de Christine Lagarde, presidente do Banco Central Europeu, às 09h30, também é destaque, com mercado querendo pistas sobre futuro do programa de estímulos por lá. Nova conversa entre China e EUA, que prometeram promover comércio saudável, e alta de 1,96% do minério de ferro em Qingdao, são catalisadores positivos. Petróleo tem leve alta em dia de relatório mensal da Opep, grupo dos exportadores de petróleo, e retomada das negociações do acordo nuclear do Irã.

Leilões do Tesouro brasileiro e americano serão monitorados. Secretário da Fazenda paulista, Henrique Meirelles, estará em evento do Bradesco BBI às 11h00. Relatório da MP da Eletrobras no Senado sai até terça. Para mais informações sobre a abertura desta quinta-feira, 10 de junho, leia o Expresso das 08h00.

Leia: Come-cotas – o que é e qual a sua relação com o fundo de investimentos

Bolsa: Índice deve abrir em baixa. O EWZ, que replica o Ibovespa em Nova York, recuava 1,06%.

Dólar: Divisa deve subir em linha com DXY e yields dos Treasuries, mas CPI e fluxo podem mudar trajetória.

Juros: DIs devem subir antes de inflação dos EUA e leilão do Tesouro.

Abertura desta quinta-feira 10 de junho.


Sobre o autor