AgronegócioHome

Comercialização de soja no Brasil atinge 42,9% da produção, afirma Safras

Por Eloiza Amaral
08 março 2019 - 15:04
PIB do agronegócio

A consultoria Safras & Mercado informou nesta sexta-feira (8), que a comercialização da safra de soja 2018/19 do país avançou lentamente em fevereiro, atingindo 42,9% da produção estimada para o país.

No relatório divulgado pela Safras em 8 de fevereiro, o número de vendas era de 38,4%.

Manual do Imposto de Renda para Investidores

Após um início de safra em que os negócios foram acelerados na comparação com o período anterior, as vendas ficaram mais lentas e estão atrás do ritmo visto em 2018 para a colheita anterior e da média histórica para a época. O analista da Safras, Evandro Oliveira, acredita que fatores como o Carnaval e os preços pouco atrativos afastaram os vendedores do mercado.

Reforma da Previdência: O Futuro Dos Investimentos No Congresso Nacional

Segundo dados da consultoria, no mesmo período do ano passado, a negociação envolvia 43,5% da colheita e a média para o período é de 50,3%.

A Safras informou ainda que, levando-se em conta uma safra estimada em 115,402 milhões de toneladas, o total de soja já negociado é de 49,486 milhões de toneladas.

Relatório Especial: Fundos Imobiliários

Impulsionados pelo forte ritmo de embarques nos portos brasileiros e pela alta do dólar, os valores da soja voltaram a subir no mercado interno. “Além da entrega de contrato a termo, agora, as negociações no mercado spot também começaram a ganhar força, especialmente devido à valorização do dólar frente ao real, que torna o produto nacional mais atrativo aos importadores”, disse à Reuters o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq/USP, nesta sexta-feira.

E-book: Guia completo e definitivo da Previdência Privada

Considerado o dólar futuro negociado na B3, para abril, na última quinta-feira (7), a paridade de exportação indica preços a R$80,84 por saca (60 kg). Para maio está sendo cotado o valor de R$81,95 reais à saca e R$83,59 reais para junho.

Há algumas semanas, a paridade de exportação indicava preços abaixo dos R$80 por saca para próximos meses.


Sobre o autor