HomeMercados

Com Petrobras e ruídos na Reforma da Previdência, Ibovespa cai e dólar sobe a R$3,74

Por Pablo Vinicius Souza
25 fevereiro 2019 - 18:45
Ibovespa futuro cai

Na B3, o pregão de hoje foi de perdas para o índice geral. O Ibovespa, que chegou a ensaiar um viés de alta superando os 98 mil pontos, reverteu para queda puxado pelo desempenho da Petrobras e com os ruídos nas movimentações da Reforma da Previdência. No final da sessão, o benchmark da Bolsa brasileira fechou em baixa de 0,66%, aos 97.239 pontos e um volume financeiro de R$10,083 bilhões. O dólar comercial encerrou em valorização de 0,11%, sendo cotado a R$3,74, bem próximo à estabilidade.

Baixe o E-book O Guia Completo de Como Ter Sucesso Nas Operações de Day Trade

O clima de cautela com o cenário político inibiu o alívio no câmbio, uma vez que é preciso ações mais concretas para impulsionar uma forte depreciação da divisa americana. Diante de possíveis ruídos na comunicação da proposta de Reforma da Previdência junto aos parlamentares e à sociedade, o presidente da Câmara dos deputados, Rodrigo Maia, avaliou que o prazo para a votação poderá se estender até junho. O fato levou à adoção de maior proteção neste momento, por isso, o dólar ganhou terreno contra o real.

Baixe o e-book: Desvendando o swing trade: tudo o que você precisa saber!

Os contratos de juros futuros oscilaram em torno da estabilidade durante a maior parte do dia e fecharam em leve alta. Os investidores seguem ajustando posições à espera do primeiro pronunciamento do futuro presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, que será sabatinado nesta terça, a partir das 10h, pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. O DI com vencimento para setembro/2020 subiu para 6,94% (6,87% no ajuste anterior) e o DI para março/2022 saltou para 7,93% (7,84% no ajuste anterior).

Baixe o e-book: Guia completo para investimento em renda fixa

As principais blue chips encerraram apresentando um desempenho misto, entre perdas e ganhos para diferentes setores. Os destaques da sessão vão para CNS, que subiu mais de 5% liderando a ponta positiva, e Petrobras, que recuou mais de 2%, permanecendo em território negativo.

Relatório gratuito – Petrobras: O petróleo é nosso

CSN (CSNA3) – As ações da CNS avançaram junto com os bons resultados corporativos acima do previsto e com a alta dos preços do aço no mercado internacional, fazendo o quarto pregão consecutivo de ganhos. Até o momento, os ativos da companhia já valorizaram 28%.

Petrobras (PETR3 e PETR4) – As ações da Petrobras reagem à notícia sobre o vazamento de aproximadamente 188 metros cúbicos de óleo derramados na Plataforma P-58, localizada na Bacia de Campos, no litoral sul do Espírito Santo. A companhia já se pronunciou afirmando que há embarcações no local para tentar conter o acidente e que já está investigando as causas do problema. Também no radar, a estatal aumentou na sexta-feira passada o preço médio do diesel nas refinarias em 3,5%, passando de R$2,0505 para R$2,1224.

Relatório gratuito – Banco do Brasil: O gigante acordou

Petróleo – Os preços da commodity fecharam a sessão em queda de mais de 3%, com o Brent registrando a pior baixa do ano, após o governo americano alertar o Opep que as cotações do barril estão altas demais. O petróleo Brent com vencimento para maio/2019 perdeu 3,48%, com cotação a US$64,91 o barril e o petróleo WTI para abril/2019 perdeu 3,11%, sendo cotado a US$55,48 o barril. É o maior tombo do produto desde 27 de dezembro do ano passado, ocasião em que sofreu baixa de 4,24%.

COMPANHIAS ESTATAIS
Ativo22/0225/02Ativo22/0225/02
Petrobras (PETR3)-0,57%-2,40%Vale (VALE3)+3,55%+0,28%
Petrobras (PETR4)-0,99%-1,58%Embraer (EMBR3)+0,10%-0,56%
Eletrobras (ELET3)+3,52%-1,43%Banco do Brasil (BBAS3)+0,74%-1,64%
Eletrobras (ELET6)+2,73%-0,83%Cemig (CMIG4)+1,08%+1,49%

Baixe o Infográfico: 5 motivos – Por Que Investir na Bolsa Agora É Um Bom Negócio

SETOR BANCÁRIOSETOR SIDERÚRGICO
Ativo22/0225/02Ativo22/0225/02
Itaú Unibanco (ITUB3)+0,85%-1,10%Usiminas (USIM3)+2,50%+2,53%
Santander (SANB11)-0,12%-1,99%CSN (CSNA3)+7,55%+5,65%
Bradesco (BBDC3)-0,20%-0,70%Gerdau (GGBR4)+0,53%+0,59%

Maiores altas do Ibovespa:

CSNA3 / R$ 13,10 / +5,65%
VVAR3 / R$ 4,97 / +5,30%
USIM5 / R$ 10,21 / +2,92%
UGPA3 / R$ 54,47 / +1,81%
BTOW3 / R$ 47,23 / +1,64%

Maiores baixas do Ibovespa:

SMLS3 / R$ 48,50 / -3,00%
WEGE3 / R$ 18,46 / -2,67%
PETR3 / R$ 30,50 / -2,40%
CSAN3 / R$ 44,10 / -2,17%
GOLL4 / R$ 27,00 / -2,17%


Sobre o autor