EmpresasHome

Cogna registra queda de 94% no lucro líquido do 3º trimestre

Por Pablo Vinicius Souza
13 novembro 2019 - 13:41

A Cogna (COGN3), uma das holdings do grupo Kroton, divulgou um lucro líquido de R$20,3 milhões no terceiro trimestre, contabilizando uma queda de 94% em relação ao mesmo período do ano passado.

Segundo os relatórios da companhia, o recuo exponencial pode ser explicado por um fraco resultado operacional e pelo aumento das despesas financeiras contraídas com o processo de aquisição da Somos.

De julho a setembro, a receita avançou 21%, alcançando R$1,51 bilhão, porém, os custos também se elevaram, fazendo a margem bruta contrair de 55,54% para 55,36%.

O aumento das despesas com vendas, gerais e administrativas influenciou diretamente o resultado antes das atividades financeiras e dos tributos, que recuou para R$109,6 milhões, ante os R$270,7 milhões observados na comparação anual.

No intervalo, o resultado financeiro líquido ficou negativo em R$172,5 milhões (em 2018, a cifra foi positiva em R$93 milhões) e as despesas financeiras quase triplicaram de valor.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) caiu cerca de 10,5% na comparação anual, totalizando R$511,5 milhões no período.

A companhia também informou que realizará o pagamento de R$7,74 milhões em dividendos intercalares no dia 29 de novembro.

O montante será distribuído na remuneração de R$0,0047 por ação e serão contemplados apenas os acionistas que mantiverem suas posições no dia 20 de novembro, sendo suas ações negociadas ex-dividendos a partir do dia 21.

A Cogna também informou que ainda mantém a expectativa de atingir o guidance projetado para 2019, sobretudo, em relação ao Ebitda e geração de caixa pós capex.

“Considerando a sazonalidade de certas linhas do resultado e, especialmente, de recebimento do PNLD verificada nesse ano, a expectativa é que o resultado do 4T19 seja bastante forte” – explicou a instituição.


Sobre o autor