Empresas

CIEL3: lucro líquido da Cielo cresce 197% e atinge R$ 298,2 milhões no trimestre

Por Fast Trade
27 janeiro 2021 - 11:00 | Atualizado em 27 janeiro 2021 - 11:12
CIEL3

Inaugurando a agenda dos balanços corporativos, a Cielo (CIEL3) reportou um lucro líquido de R$ 298,2 milhões. Conforme mostra seus destaques operacionais e financeiros, o resultado representa um salto de 34,7% sobre o último trimestre de 2019.

No entanto, quando comparado ao trimestre imediatamente anterior (3T20), esse salto passa para 197%.

+ Derivativos – O guia definitivo para começar a investir: confira!

De acordo com o press release da Companhia, o expressivo salto entre o terceiro e o quarto trimestre de 2020 foi impulsionado por melhora em todas as suas unidades de negócio, com destaque para o segmento mais lucrativo de pequenos clientes, assim como uma política de redução de custos.

Nesse sentido, foi possível compensar os efeitos da queda de clientes e os prolongados efeitos da crise gerada pela pandemia.

Além disso, o lucro apurado pela Cielo em termos consolidados, que consideram resultados de outros acionistas, foi de 362,8 milhões.

O resultado marca uma alta anual de 26,5%, mas também o primeiro avanço trimestral em termos de lucro consolidado no comparativo anual em dois anos.

A maior empresa de meios de pagamentos do país também anotou um volume financeiro de R$ 190,6 bilhões.

Nesse sentido, a valorização foi de apenas 0,3% frente ao mesmo período de 2019, sobretudo por causa dos impactos da pandemia.

Por outro lado, o avanço foi ainda mais expressivo na comparação com o terceiro trimestre de 2020 (+15,1%).

Segundo a Cielo, o aumento está relacionado com o segmento de pequenas empresas e pela retomada das atividades econômicas, Black Friday e Natal.

Receita e gastos

Já a receita líquida da CIEL3 totalizou R$ 1,310,8 milhões, montante que representa um decréscimo de 1,5% ano a ano.

Aqui, o declínio reflete “o cenário de forte competição, que vem pressionando preços e margens no segmento de varejo”, diz o relatório.

Seguindo a tendência de alta no comparativo entre o terceiro e quarto trimestre de 2020, a receita líquida da Cielo cresceu 8% entre os períodos.

+ Guia do Investidor Iniciante: confira!

Nesse sentido, o resultado é “explicado pelo maior volume capturado e pelo aumento das receitas na modalidade de pagamento em 2 dias”.

No que diz respeito aos gastos totais, ou seja, os custos e despesas, a Companhia reduziu em 13,5% no comparativo anual, para R$ 1,077 bilhão.

Na contramão, houve um aumento de R$26,4 milhões ou 2,5% dos gastos totais no 4T20 em relação ao 3T20.

O EBITDA do trimestre chegou aos R$377,8 milhões com margem de 28,8%, isto é, + 49,4% em relação ao 4T19 e +22,1% frente ao 3T20.

CIEL3 pagará R$ 14,9 milhões em dividendos

Com R$ 10,9 bilhões de valor de mercado, conforme mostra seu press release, a Cielo (CIEL3) aprovou a distribuição de R$ 14,9 milhões em dividendos.

O valor bruto por ação será de R$ 0,00552262637. A previsão é que os proventos sejam pagos até o dia 17 de fevereiro deste ano. Portanto, os papéis CIEL3 passarão a ser negociados “ex-dividendos” a partir de 2 de fevereiro.

De acordo com a Companhia, esses proventos se somam aos R$ 151 milhões declarados em 22 de dezembro de 2020 a título de JCPS.

Por fim, continue acompanhando o portal Fast Trade para mais resultados corporativos de 2020.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader: baixe gratuitamente!

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade.


Sobre o autor