Mercados

China decreta ilegalidade de operações e derruba mercado de criptomoedas

Por TradersClub
24 setembro 2021 - 10:11 | Atualizado em 24 setembro 2021 - 10:48
Bitcoin renova seu recorde

São Paulo, 24 de setembro – O Banco Central da China derruba mercado de criptomoedas e emitiu diretriz proibindo todas as transações com criptoativos no país. A ação é do início do mês, mas só ganhou as manchetes nesta sexta-feira. Agora, as corretoras de criptoativos não podem mais operar na China.

LEIA: Entenda melhor onde e como são negociadas as ações B3

Com isso, o Bitcoin e demais ativos caíram. A moeda virtual valia US$41.102 na Binance às 09h05, em queda de 5,09% nas últimas 24 horas. A capitalização do Bitcoin recuou para US$780 bilhões, segundo o CoinGecko, o que representa 40,48% do mercado dos criptoativos.

Brasil

A ABCripto, que representa várias corretoras no país, se reunirá com o senador Irajá, do PSD/GO, para discutir a regulamentação do setor cripto, segundo o Valor Econômico. Ideia é que o Banco Central seja a agência regulatória da indústria, diz a reportagem. Entidade representa o Mercado Bitcoin, Foxbit, Novadax, BitBlue, banco Alter e Travelex Bank.

LEIA: Você sabe o que é alavancagem no mercado financeiro?

NFTs

Uma coleção de 4.676 NFTs elaborados por 40 artistas a pedido da revista Time foi vendida ontem em menos de um minuto, numa ação considerada “turbulenta”, segundo o The Block. Para Anish Agnihotri, pesquisadora na Paradigm, os culpados foram os “bots”, ou robôs, que provocaram alta nas taxas de transação e impediram o acesso de investidores do varejo.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Derruba mercado de criptomoedas


Sobre o autor