Agronegócio

China eleva compra de soja dos EUA mesmo no auge das exportações brasileiras

Por Fast Trade
02 março 2022 - 12:03 | Atualizado em 02 março 2022 - 13:25
Petróleo_EUA_China

Apesar de o Brasil estar no auge das exportações de  soja, os carregamentos dos EUA ainda estão mais competitivos. Por esse motivo, a China decidiu comprar dos americanos e encomendou mais 5 cargas de soja previstas para embarcar entre abril e maio de 2022.

O país asiático é considerado o maior importador mundial de soja. Além da encomenda de safras antigas relacionadas às 5 cargas, a China negociou volumes para safras mais jovens. Sendo assim, a soja mais jovem estará disponível em meados de setembro de 2022.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

A preferência da China pela soja americana em detrimento da brasileira, se deu devido ao preço dos Estados Unidos ser mais barato. Além disso, as margens físicas para o esmagamento dos grãos são mais atraentes. Soma-se a isso o fato de os americanos terem saído à frente com a logística, pois os carregamentos são mais rápidos em comparação com os do Brasil.

“Embora os preços dos grãos dos EUA e do Brasil tenham sido quase os mesmos, a logística para os carregamentos dos EUA foi mais rápida” – disse um trader que preferiu não se identificar, pois não tinha autorização para falar com a mídia sobre o assunto.

Preços dos derivados de soja sobem na China

O Brasil é o maior exportador mundial, porém sofre as consequências do clima que atrasou as exportações. Enquanto aqui as previsões de embarque são refeitas devido ao mau tempo, o farelo de soja na China aumentou para preços recordistas, devido a oferta reduzida.

+ Derivativos: O guia completo para você começar a investir!

Já o preço do óleo de soja foi impactado na sequência em que a guerra entre Ucrânia e Rússia começou. Isso porque ambos os países são exportadores em grande escala de óleos e grãos, e o abastecimento se paralisou após a guerra começar. Em razão disso, os preços desses produtos subiram em todos os países, mas sobretudo na China.

Por fim, as negociações da soja entre EUA e China estão mais fortes desde o Ano Novo Lunar, com os dois países elevando as quantidades comercializadas.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

 

Leia Mais:

Radar do Trader: Discurso de Powell, Relatório ADP, livro bege, Caged e Boletim Focus


Sobre o autor