AçõesHome

Cenário eleitoral faz Estatais impulsionarem alta da Ibovespa

Por Fast Trade
22 outubro 2018 - 08:16
A divulgação dos resultados trimestrais da companhias promete agitar o mercado local

Mesmo representando apenas 20% da carteira de ações da Ibovespa, as empresas estatais, sob a influência das eleições, impulsionaram a alta da Bolsa brasileira, que registrou um aumento de mais de 7% no último mês. Por serem mais voláteis às decisões governamentais, as ações destas empresas dispararam após a liderança do candidato Jair Bolsonaro (PSL) na corrida presidencial, e foram responsáveis por 62% da margem de valorização apresentada.

O Que Esperar Do Mercado Financeiro Com Jair Bolsonaro Na Presidência? – Baixe o Infográfico

Pela proposição de uma pauta econômica mais liberal, o candidato do PSL é o favorito do mercado e está à frente com 60% das intenções de votos válidos contra 40% do seu concorrente Fernando Haddad (PT), conforme pesquisa divulgada pela BTG/Pactual na madrugada desta segunda (22). A vantagem do capitão tem sido o motor de alavancagem das ações das estatais, que tiveram uma alta média de 28% nos últimos 30 dias, frente à valorização de apenas 6% das companhias privadas. No período mencionado, as ações da Petrobras, Eletrobras e Banco do Brasil aumentaram 29,7%, 39% e 34,5% respectivamente.

Contudo, o panorama ainda exige cautela por parte dos investidores, pois a volatilidade presente nestes papéis advém da imensa burocracia que conduz a venda de ativos públicos, além das sucessivas etapas que precisam ser percorridas ao longo do processo. Em acréscimo, destaca-se o alto nível de dificuldade em se implementar uma agenda de privatizações, já que é preciso ter o apoio da maioria no congresso para aprovação.

Para o pregão de hoje, a expectativa é de mais um dia de valorização do índice Ibovespa, repercutindo a consolidação da preferência de Bolsonaro à presidência e com baixa tendência de interferência externa.


Sobre o autor