Empresas

Cade autoriza Stone a adquirir 50% do capital da plataforma Reclame Aqui

Por Fast Trade
06 janeiro 2022 - 15:47 | Atualizado em 06 janeiro 2022 - 18:10

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) autorizou o grupo Stone a adquirir 50% do capital da plataforma Reclame Aqui. A decisão foi proferida pela Superintendência-Geral, que não fez nenhuma restrição ou recomendação para o negócio.

Desse modo, se o tribunal do Cade não destacar o ato de concentração ou não registrar interposição de recursos de terceiros em até 15 dias, a operação será definitivamente aprovada.

Segundo a Stone, a aquisição coincide com sua estratégia de ampliar o portfólio de serviços oferecidos aos seus clientes. Da mesma forma, a VLP Holding, atual controladora da plataforma, vê a transação como uma alternativa para alavancar o negócio, desenvolvendo a sua estrutura a partir da expertise da Stone.

+ O que ninguém te conta sobre os investimentos em ações

Nesse sentido, o intuito será unir o know-how e as informações de atendimento do Reclame Aqui, com a experiência em operações financeiras da empresa de maquininhas.

É importante esclarecer que a plataforma trabalha com serviços de atendimento de reclamações e monitoramento de mídias sociais, em conjunto com serviços de autocomposição extrajudicial. Em contrapartida, a Stone, atua no ramo de pagamentos, de modo que não existe sobreposições horizontais, ou integrações verticais entre as atividades das duas companhias.

Por isso, a superintendência do Cade concluiu que o negócio não fere a concorrência e nem provoca prejuízos ao ambiente concorrencial.

Stone registra lucro de R$ 132,7 milhões no 3º trimestre

A Stone reportou um lucro líquido ajustado de R$ 132,7 milhões no terceiro trimestre de 2021, um valor que é 53,9% menor do que o contabilizado em igual período do ano passado.

Nesse sentido, a empresa de meios de pagamento está buscando desenvolver novas alternativas para continuar sua trajetória de crescimento. Segundo o presidente da empresa, Augusto Lins, o negócio não foi melhores no trimestre “porque teve uma subida muito grande da Selic, porém, vem crescendo sobremaneira a reboque da digitalização e do maior uso de pagamentos eletrônicos em substituição ao dinheiro”.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

De julho a setembro, a Stone registrou 1,4 milhão de clientes ativos em sua base, mais que o dobro do número reportado no mesmo trimestre do ano passado. Com isso, sua participação de mercado subiu de 10,6% em janeiro para 12,7% ao final de 2021.

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Cade autoriza Stone a adquirir 50% do capital da plataforma Reclame Aqui

Leia Mais:

Credit Suisse eleva o preço-alvo da PetroRio, prevendo a alta do petróleo

XP avalia case da Embraer como positivo e vê continuidade do crescimento em 2022


Sobre o autor