Ações

BTG eleva a recomendação para as units do Iguatemi e define preço-alvo a R$ 27

Por Fast Trade
18 janeiro 2022 - 17:06 | Atualizado em 18 janeiro 2022 - 18:27
Iguatemi (IGTA3)

O BTG Pactual elevou a recomendação das units do Iguatemi (IGTI11), acreditando que a correção de 12% no valor dos papeis abriu uma oportunidade de compra. Por isso, o banco definiu novo preço-alvo para os ativos na faixa de R$ 27, considerando um potencial de alta de 56,2% sobre a cotação de fechamento da véspera.

Na visão dos analistas Gustavo Cambauva e Elvis Credendio, o Iguatemi está sendo prejudicado pela fraqueza da economia brasileira. Apesar disso, eles afirmam que, sob a ótica operacional, a administradora de shopping centers já se recuperou do crash da pandemia.

+ Índice e Mini Índice: Desvendando os contratos futuros

Ao mesmo tempo, o relatório do banco projeta boas perspectivas de crescimento nas vendas das lojas do quarto trimestre de 2021, o que tende a se manter ao longo deste ano.

“Iguatemi está cobrando aluguéis em níveis acima de 2019, repassando inflação aos lojistas, e taxas de ocupação, que mostraram ótima recuperação em 2021, devem continuar a crescer em 2022”, explicaram os analistas do banco.

Avaliação do desempenho do ativo

O BTG Pactual reconhece que as ações estão sendo negociadas a múltiplos muito atraentes e que podem gerar uma taxa interna de retorno real de 11%, o que, certamente, é considerável para o curto prazo.

Para os analistas dos banco, não há motivos que justifiquem o baixo desempenho das units IGTI11, tendo em vista o desenvolvimento dos resultados operacionais. Além disso, a reestruturação societária, apesar de mal interpretada, trouxe mais vantagens para a empresa em termos de liquidez.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Às 17h05 (horário de Brasília), as units do Iguatemi (IGTI11) subiam 2,43% na cotação de R$ 17,70.

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

BTG eleva a recomendação para as units do Iguatemi e define preço-alvo a R$ 27

Leia também:

Acordo entre Direcional e Cyrela pode abrir frentes de crescimento, diz Bradesco BBI

Even: resultados operacionais fortes justificam a previsão de alta para as ações

Mercado de futuros deve ser um catalisador de volatilidade do Bitcoin, diz Glassnode


Sobre o autor