EmpresasHome

BRF faz recall voluntário de produtos por risco de Salmonella

Por TradersClub
13 fevereiro 2019 - 11:04
BRFS3

Mais problemas para a BRF: a maior exportadora de carne de frango do mundo disse hoje de manhã que iniciou uma campanha de recolhimento de aproximadamente 164,7 toneladas de carne de frango in natura destinadas ao mercado doméstico, bem como a retirada preventiva de aproximadamente 299,6 toneladas de carne de frango in natura destinadas ao mercado internacional.

Baixe o E-book O Guia Completo de Como Ter Sucesso Nas Operações de Day Trade

Os lotes foram produzidos entre os dias 30 de outubro de 2018 e 5 a 12 de novembro de 2018, exclusivamente pela sua unidade de Dourados, no Mato Grosso do Sul. A suspeita é de a possível presença de bactéria Salmonella enteritidis.

Baixe o Infográfico: 5 motivos – Por Que Investir na Bolsa Agora É Um Bom Negócio

Relatório gratuito – Petrobras: O petróleo é nosso

Segundo a BRF, o recolhimento dos produtos em rota ou junto aos clientes no mercado interno e externo foi voluntário e formou um grupo para investigar as origens “deste único caso para garantir a adoção das medidas apropriadas para evitar recorrência”.
O papel perdeu mais de 23% do seu valor nos últimos 12 meses, refletindo as preocupações quanto aos problemas operacionais, de governança e de endividamento da dona das marcas Sadia e Perdigão. O mercado está receoso com a capacidade do diretor-presidente da BRF, Pedro Parente, de reduzir a alta alavancagem da companhia e retornar a níveis de margens melhores, além de solucionar problemas reputacionais, de governança e de imagem.

A companhia se posicionou sobre o acontecimento e garantiu que  o recolhimento de produtos foram formalmente reportados para as autoridades brasileiras, entre elas, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA, afim de evitar maiores transtornos, afinal a BRF já está passando por uma fase conturbada.

Baixe o e-book: Desvendando o swing trade: tudo o que você precisa saber!

Relatório gratuito – Banco do Brasil: O gigante acordou


Sobre o autor