Agronegócio

Brasil deve ter novo recorde da produção de grãos na safra 2020/21

Por Fast Trade
08 abril 2021 - 16:02 | Atualizado em 08 abril 2021 - 22:24
grãos e oleaginosas; produção de soja; safra de grãos

Após o ajuste para cima nas estimativas de colheitas de soja, milho e arroz, o Brasil deve ter um novo recorde da produção de grãos na safra 2020/21.

Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o país caminha para alcançar um novo recorde histórico em função do clima favorável nos últimos meses. Por meio de um relatório, a estatal calculou que a produção total terá um volume de 273,803 milhões de toneladas.

Nesse sentido, a área plantada deve atingir 68,503 milhões de hectares, registrando um aumento de 3,9% em comparação à temporada passada. A produtividade média das lavouras pode somar 4.049 quilos por hectare, contabilizando um avanço de 2,5% na mesma base.

Guia de A a Z de como se tornar um trader!

“Com a consolidação do plantio de culturas de segunda safra e o início da semeadura das culturas de inverno, as previsões iniciais de mais uma safra recorde vêm se confirmando” – explicou a Conab.

Desse modo, as projeções da Conab para a soja, o principal produto de exportação do país, indicam que a colheita pode alcançar 135,540 milhões de toneladas, o que representa um aumento de 408 mil toneladas em relação às estimativas de março.

Estimativas para milho, arroz, feijão e algodão também passaram por alterações

Já para o milho, a estatal prevê uma produção total de 108,966 milhões de toneladas, com 900 mil toneladas a mais do que o estimado. Assim, tal correção foi motivada em função da melhora da safra de verão, que recebeu maior quantidade de chuva e enviou um resultado melhor.

Da mesma forma, para o arroz, a Conab elevou a sua estimativa para 11,095 milhões de toneladas, uma quantidade pouco menor que em 2019/20. Para o feijão, a leguminosa que possui três safras anuais, a previsão de colheita é 3,288 milhões de toneladas, em um aumento de 2%.

Derivativos: O guia definitivo para começar a investir

Por fim, no caso do algodão de pluma, a projeção para a produção foi de 2,494 milhões de toneladas, resultando em uma queda de 16,9% em comparação a safra do ano anterior.

Vale destacar que a soja, o milho e o arroz são os três principais grãos cultivados no país, que representam 92,2% das estimativas de produção e ocupam cerca de 87,9% da área de colheita.

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

Brasil deve ter novo recorde da produção de grãos na safra 2020/21

Leia também:

Governo federal leiloa 22 aeroportos e arrecada R$3,3 bilhões

Comércio varejista deve ser menos impactado em nova rodada do auxílio emergencial


Sobre o autor