Empresas

Bradesco BBI, XP e BofA avaliam como positivo o plano estratégico da CCR

Por Fast Trade
01 setembro 2021 - 15:58 | Atualizado em 01 setembro 2021 - 16:52
CCRO3

A concessionária CCR apresentou seu plano estratégico para cinco anos durante o CCR Day (o dia do investidor da companhia). Conforme o planejamento aprovado, o foco será nos projetos com retorno de dois dígitos e que apresentam riscos menores em sua execução.

Os analistas das gestoras Bradesco BBI, XP Investimentos e Bank of America avaliaram o planejamento como positivo, destacando o bom posicionamento da empresa para a compra de novos ativos, além do valuation bastante atrativo.

Segundo o relatório da XP, as diretrizes estabelecidas pela empresa impressionaram, com o crescimento ocupando o centro de estratégia da concessionária, com destaque para a expansão nos segmentos de mobilidade urbana, rodovias e aeroportos.

Além disso, a corretora mencionou que o caráter centrado na sustentabilidade foi um dos principais fatores que contribuíram com a visão otimista. Da mesma forma, a busca por práticas de governança corporativa aprimorada também levou a XP a declarar sua preferência pela CCR no segmento.

+ Guia completo para investimento em renda fixa

Em contrapartida, o Bradesco BBI avaliou que a empresa de concessões não pretende alterar sua política de dividendos, apesar de buscar capturar oportunidades de crescimento. Todavia, a gestora destacou que o CCR tentará manter a alavancagem financeira inferior a 3,5 vezes, diante das 2,3 vezes apresentadas no segundo trimestre passado.

Isto porque, há uma possibilidade de a empresa realizar uma oferta pública inicial de ações em 2022 (IPO) de sua divisão de aeroportos, reforçando sua disciplina em alocação de capital. Ademais, o banco manteve sua recomendação de compra para os papeis da CCR, projetando um preço alvo de R$22, após a recente inserção de três concessões de infraestrutura ao portfólio da empresa.

Consequentemente, haverá o reequilíbrio relacionado a concessões de rodovias e aeroportos pós-pandemia e o potencial de alta das ações será de 74% até 2022.

Novas perspectivas e bastante otimismo

Já o Bank of America projetou que a CCR será a maior operadora de aeroportos no Brasil depois da sexta rodada de privatizações. O fato reforçou a busca da companhia pela ampliação de sua eficiência operacional no segmento para se posicionar bem para a sétima rodada em 2022.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Segundo o banco norte americano, a concessionária tem expectativa de investimentos de R$191 bilhões nos próximos anos, além de oportunidades de aquisições e fusões presentes em seu segmento. Por isso, a recomendação do BofA é de compra dos papeis da CCRO3 e o preço-alvo é de R$18 – com um potencial de alta de 47% comparado ao fechamento da véspera.

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Bradesco BBI, XP e BofA avaliam como positivo o plano estratégico da CCR

Leia também:

Ações da SLC Agrícola disparam 9% após a reavaliação dos valores de suas terras

Bolsa brasileira avança com PIB do Brasil e o relatório ADP nos EUA, dólar sobe

PIB do Brasil recua 0,1% no 2º trimestre, aponta IBGE


Sobre o autor