Empresas

BR Malls e Ancar retomam as discussões sobre a fusão parcial de ativos

Por Fast Trade
08 fevereiro 2022 - 13:49 | Atualizado em 08 fevereiro 2022 - 15:03
brMalls recusa proposta de fusão da Aliansce Sonae

Após o aceno da Aliansce Sonae, a BR Malls e a Ancar Ivanhoe retomaram as discussões sobre uma possível fusão parcial dos ativos. As duas empresas já haviam tentado concretizar a operação em 2020, contudo, encerraram as tratativas sem chegar a um consenso.

O objetivo deste novo contato será estabelecer uma potencial cisão dos cinco ou seis melhores shoppings da carteira da companhia, que seriam incorporados à BR tendo como pagamento uma participação acionária.

Vale lembrar que as conversas ainda são preliminares, de modo que ainda não há qualquer compromisso formal ou desenho do modelo contratual.

+ Calendário do Trader 2022: Baixe agora!

No entanto, essa reaproximação foi uma resposta ao interesse da Aliansce Sonae. Em janeiro, a empresa fez uma proposta de fusão para a BR Malls, abrangendo o pagamento em dinheiro e a junção das ações.

Além disso, o intuito seria distribuir metade dos papéis para cada base acionária, já que, neste caso, as duas empresas estão listadas na Bolsa de valores. Contudo, o conselho de administração da BR considerou a oferta baixa, exigindo para a conclusão do negócio um cheque maior ou uma participação maior da companhia resultante.

Até hoje, não houve resposta da Aliansce Sonae quanto à possível alteração da oferta, o que fez a BR Malls buscar novas alternativas.

BR Malls pode estar pressionando uma resposta, avalia Bradesco BBI

O Bradesco BBI acredita que a retomadas as negociações entre a BR Malls e a Ancar pode ser uma estratégia para pressionar uma resposta da Aliansce Sonae. Isto porque, é interesse da empresa que a proponente torne a oferta mais interessante.

Acima de tudo, o banco projeta que a relação de troca entre BR e Aliansce esteja em alta de 15,3% sobre os termos originais.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

A opinião da equipe de análise é que as negociações serão restabelecidas quando houver uma nova proposta, tendo em vista que o apetite por consolidação segue em alta. Mesmo assim, o Bradesco BBI tem recomendação “neutra” para a BR Malls (BRML3), com preço-alvo de R$ 11 ao final de 2021.

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

BR Malls e Ancar retomam as discussões sobre a fusão parcial de ativos

Leia também:

Ibovespa tem tendência de alta com exterior ameno

Bitcoin chega a tocar os US$ 45 mil: Panorama Cripto


Sobre o autor