HomePolítica

Bolsonaro pode intervir na política de preços da Petrobras, desde que isso não a prejudique

Por Pablo Vinicius Souza
17 maio 2019 - 10:30

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) pode intervir outra vez na política de preços de combustíveis da Petrobras. Dessa vez, diretamente.

Em live nas redes sociais, Bolsonaro declarou que, desde que a estatal não seja prejudicada, os preços podem ser revistos.

A medida veio em resposta àqueles que o responsabilizam pelo alto valor da gasolina nas bombas.

“O preço do combustível é feito lá pela Petrobras. Leva em conta o preço do barril de petróleo lá fora, bem como a variação do dólar. Lógico que se a gente puder rever isso aí sem prejuízo para a empresa, sem problema nenhum, às vezes a política pode ter algum equívoco”, disse ele.

De acordo com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, o preço do combustível vai cair quando o país aumentar sua produção de petróleo.

Leia mais:

Bolsas asiáticas fecham sem sinal definido; índices chineses registram 4ª semana de perdas

Saiba quais são os principais compromissos econômicos globais para esta sexta-feira

Rodrigo Maia é o novo presidente interino da República

Maia e Alcolumbre podem aprovar Previdência em 60 dias; impasse trava investimentos

‘Querem me atingir’, dispara Jair Bolsonaro ao comentar quebra de sigilo do seu filho Flávio

‘O Parlamento é soberano e o que for feito lá nós respeitaremos’, afirma Bolsonaro

Governo anunciará novo corte e tenta poupar ministérios da Educação e Saúde


Sobre o autor