HomePolítica

Bolsonaro cede e dá aval para que Ministério do Desenvolvimento Regional seja dividido

Por Pablo Vinicius Souza
08 maio 2019 - 10:52
Estados e municípios, governo Bolsonaro

Inegavelmente o presidente da República tem procurado melhor a relação com o Congresso, bem como construir uma base no Legislativo.

O Ministério do Desenvolvimento Regional não apenas será dividido em dois (Cidades e Integração Nacional), como também terá o comando de cada pasta definido pelas cúpulas do Senado e da Câmara.

“Hoje conversei com os presidentes da Câmara e do Senado, entre outros, e eles manifestaram a intenção de recriar o ministério das Cidades, e vieram, de forma bastante objetiva, tratar desse assunto comigo. E eu não criei óbice no tocante a isso, apenas que o futuro ministro, caso venha a ser criado esse ministério, venha da indicação da Frente Parlamentar dos Municípios, das cidades”, comentou o presidente ao final da cerimônia de assinatura do decreto que flexibiliza regras para caçadores, atiradores esportivos e colecionadores de armas.

O documento também dá posse automática a praças das Forças Armadas com mais de 10 anos de serviço.

Leia mais:

Saiba quais são os principais compromissos econômicos globais para esta quarta-feira

Audiências da reforma devem ser concentrada em maio; base tenta blindar Guedes

Deputado João Roma é eleito relator da reforma tributária já tem relator na CCJ

Investimento crescerá 0,6% e poupança tem maior retirada para meses de abril em três anos

“Superpacote” de concessões e privatizações em infraestrutura pode atrair R$ 38 bi

Brasil na OCDE: EUA não se manifesta e Planalto nega que acordo tenha sido descumprido

Lucro da Petrobras cai 42% no trimestre; estatal aprova distribuição de R$ 1,3 bilhão em JCP

BR Distribuidora pode comprar adquirir refinarias vendidas por sua controladora, Petrobras

JBS eleva seu valor para R$ 55 bi e se sagra a companhia de maior valorização no Ibovespa


Sobre o autor