HomeMercados

Bolsas da Europa fecham em alta com anúncio de estímulos do BCE e da Alemanha

Por Eloiza Amaral
16 agosto 2019 - 14:41
Bolsas da Europa fecham em alta com indicadores otimistas da China e da zona do euro

As Bolsas da Europa fecharam o pregão desta sexta feira (16) em alta, com o anúncio de medidas de estímulo do Banco Central da Europa (BCE) e de um possível plano de recuperação da Alemanha em caso de recessão.

O índice pan-europeu Stoxx-600 fechou com ganho de 1,25%, a 369,64 pontos, enquanto em Londres o FTSE 100 avançou 0,71% e marcou 7.117,15 pontos. Já na Alemanha, o DAX de Frankfurt alavancou 1,31% a 11.562,74 pontos.

Na bolsa de Paris, o CAC 40 subiu 1,22% com 5.300,79 pontos. O FTSE MIB, de Milão, registrou alta de 1,51%, a 20.322,59 pontos, e o Ibex 35, de Madri, subiu 1,78%, a 8.670,40 pontos. Em Lisboa, o PSI 20 avançou 1,82%, a 4.804,19 pontos, e ao belga Bel 20, de Bruxelas, houve um acréscimo de 1,60%, encerrando a sessão com 3.498,39 pontos.

Com quedas ao longo da semana, o objetivo do pregão de hoje era recuperar parte delas. O movimento se intensificou após a revista alemã Der Spiegel anunciar que o país está disposto a aumentar suas dívidas em caso de recessão econômica, o que animou o mercado e levantou as ações do setor bancário.

Rondam notícias de que o Banco Central da Europa (BCE) irá anunciar estímulos econômicos em setembro. “É importante que elaboremos um pacote de formulação de políticas significativo e impactante em setembro”, afirmou em entrevista na quinta-feira o presidente do Banco da Finlândia e membro do conselho do BCE, Olli Rehn.

Na Alemanha, o Deutsche Bank encerrou o dia em alta de 4,71%, mesmo que os juros dos Bunds estejam renovando mínimas históricas.

Além disso, de manhã, a Eurostat divulgou que a zona do euro registrou superávit comercial de 17,9 bilhões de euros em junho, uma queda em relação a maio, revisado para 19,6 bilhões de euros.

CidadeÍndice15/0816/08
Toda a EuropaStoxx 600-0,33%+1,25%
FrankfurtDAX 30-0,70%+1,31%
LondresFTSE 100-1,13%+0,71%
ParisCAC 40-0,27%+1,22%
MilãoFTSE MibNão operou+1,51%
MadriIBEX 35-0,04%+1,78%
BruxelasBEL 20-0,31%+1,60%
LisboaPSI 20-0,68%+1,82%

Sobre o autor