HomeMercados

Bolsas da Ásia fecham sem direção única em expectativa à flexibilização monetária nos EUA

Por Bruna Santos
04 julho 2019 - 08:26

As Bolsas da Ásia apresentaram um desempenho misto na sessão desta quinta-feira (04), renovando a expectativa pela flexibilização monetária nos Estados Unidos.

Na manhã de ontem, foi divulgada uma prévia do relatório de empregos do mês de junho, revelando que o setor privado americano criou menos vagas do que era previsto.

O indicador fortaleceu o cenário de redução da taxa básica de juros ainda este mês, tendo em vista que o Federal Reserve adotará uma posição mais reativa no que tange à atual conjuntura econômica.

O fato animou os países emergentes, que diante da queda dos juros na maior economia do mundo, se tornarão mais atrativos para investimentos estrangeiros.

Devido ao feriado nacional do dia 4 de julho, os mercados acionários dos EUA permanecerão fechados, depois de alcançar recordes no pregão da véspera.

Mercados da China e Japão

Os investidores também ficaram atentos à retomada das negociações entre EUA e China, após o estabelecimento da trégua tarifária.

O diretor do Conselho Econômico Nacional da Casa Branca, Larry Kudlow, declarou que as autoridades dos países estão em contato e devem agendar uma reunião presencial em breve.

Na Bolsa de Xangai, o Xangai Composto caiu 0,33%, aos 3.005 pontos e o SZSE Component, de Shenzhen, recuou 0,55%, aos 9.368 pontos.

Em Tóquio, o Nikkei 225 avançou 0,30%, aos 21.702 pontos, apoiado pelos setores de telecomunicação e eletrônicos.

O dólar encerrou a sessão quase estável em relação ao iene, sendo cotado a 107,76 ienes, o que impulsionou as empresas montadoras que atuam na exportação.

Demais Bolsas asiáticas

Em Hong Kong, o Hang Seng declinou 0,21%, aos 28.795 pontos, com o cenário político ainda turbulento, sob um forte clima de tensão entre governo e população.

 Já o sul-coreano Kospi saltou 0,61%, aos 2.108 pontos, acompanhando a valorização de sua principal blue chip Samsung Electronics (+1,32%).

Em Jacarta, o IDX Composite subiu 0,21%, aos 6.375 pontos e o indiano Nifty 50 aumentou 0,25%, aos 11.946 pontos.

Mercados da Oceania

Em Sidney, o S&P ASX 200 avançou 0,49%, aos 6.718 pontos, fechando no maior nível dos últimos onze anos.

Com destaque para o avanço do setor bancário australiano, que recuperou as perdas registradas nos últimos pregões.

Na Nova Zelândia, o NZX 50 apreciou 0,13%, aos 10.558 pontos, anotando a terceira sessão consecutiva de valorização.

 

      CidadeÍndice03/0704/07
SidneyS&P ASX 200+0,49%+0,49%
WellingtonNZX 50+0,12%+0,13%
Hong KongHang Seng-0,07%-0,21%
SeulKospi-1,23%+0,61%
TóquioNikkei 225-0,53%+0,30%
MumbaiNifty 50+0,05%+0,25%
JacartaIDX Composite-0,35%+0,21%
XangaiXangai Composto-0,94%-0,33%
ShenzhenSZSE Component-1,32%-0,55%

Sobre o autor