HomeMercados

Bolsas da Ásia fecham sem direção comum com situação EUA-China no radar

Por Pablo Vinicius Souza
07 março 2019 - 11:46
Bolsas da Ásia fecham majoritariamente em baixa com Coreia do Sul e China; Tóquio avança

As principais Bolsas da Ásia encerraram o pregão desta quinta-feira (07) sem adotar uma direção comum, com os investidores reagindo cautelosamente diante de ruídos nas negociações entre Estados Unidos e China. Ao que parece, o diálogo sino-americano enfrenta novas tensões após a gigante chinesa de telecomunicações, Huawei, decidir impetrar uma ação contra o governo dos EUA.

Beixe o E-book: Reforma da Previdência: Como isso impacta o Brasil e os seus investimentos!

Segundo a alegação da companhia, a lei americana que impede a comercialização dos equipamentos chineses para agências governamentais fere os preceitos constitucionais do país. Nas últimas semanas, representantes dos dois países tentaram chegar a um acordo comercial para sanar as disputas, porém, há muitas incertezas sobre a abrangência de um eventual pacto.

Baixe o e-book: Desvendando o swing trade: tudo o que você precisa saber!

Na China, o Xangai Composto subiu 0,14%, aos 3.106 pontos, apurando ganhos moderados na sessão. Já o SZSE Component, de Shenzhen, caiu 0,23%, aos 9.678 pontos. As blue chips chinesas foram fortemente afetadas pela declaração do ministro das Finanças, que explicou sobre as diretrizes das políticas fiscais proativas, esclarecendo que a economia não será inundada com estímulos.

Baixe o E-book O Guia Completo de Como Ter Sucesso Nas Operações de Day Trade

Em Tóquio, o Nikkei 225 teve redução de 0,65%, aos 21.456 pontos, puxado pela queda das ações do setor automotivo. Em Seul, o Kospi também ficou negativo, registrando de perdas de 0,45%, aos 2.165 pontos, fazendo a quinta sessão consecutiva de baixa. Em Hong Kong, o Hang Seng recuou 0,89%, aos 28.779 pontos, em um dia de forte pressão nas ações do setor de tecnologia.

Baixe o e-book: Guia completo para investimento em renda fixa

Na Oceania, a Bolsa australiana avançou, garantindo o 12º dia de valorização nos últimos 15 pregões. As ações do setor de consumo garantiram o bom desempenho do S&P ASX 200, de Sidney, que apreciou 0,29%, aos 6.263 pontos. Em Wellington, o NZX 50 também surfou na onda positiva, ganhando 0,24%, aos 9.437 pontos.

Relatório gratuito – Banco do Brasil: O gigante acordou

CidadeÍndice06/0307/03
SidneyS&P ASX 200+0,75%+0,29%
WellingtonNZX 50+0,16%+0,24%
Hong KongHang Seng+0,26%-0,89%
SeulKospi-0,17%-0,45%
TóquioNikkei 225-0,60%-0,65%
MumbaiNifty 50+0,60%+0,05%
JacartaIDX Composite+0,26%Não operou
XangaiXangai Composto+1,57%+0,14%
ShenzhenSZSE Component+1,09%-0,23%


Sobre o autor