HomeMercados

Bolsas da Ásia fecham mistas com guerra comercial e indicadores na China

Por Bruna Santos
02 setembro 2019 - 08:17
ações da Ásia

As Bolsas da Ásia encerraram o pregão desta segunda-feira (02) apresentando um desempenho misto, em reação à nova rodada de tarifas da guerra comercial entre Estados Unidos e China.

Ontem, passaram a vigorar as tarifas impostas pelos EUA sobre mais de US$112 bilhões em produtos importados do gigante asiático.

Ao mesmo tempo, entraram em vigor as tarifas retaliatórias sobre US$75 bilhões em bens importados dos EUA.

Embora os dois países tenham permanecido firmes na decisão de acirrar a disputa comercial, o presidente americano, Donald Trump, voltou a afirmar que as negociações serão retomadas ainda neste mês.

Os investidores ficaram preocupados acerca dos impactos econômicos do conflito comercial e adotaram certo tom de cautela, pressionando os índices a refletirem com maior intensidade, as variáveis locais.

A sessão de hoje foi de liquidez reduzida nos mercados asiáticos devido ao feriado do Dia do Trabalho, no qual não haverá operações nas Bolsas em Wall Street.

Mercados da China e Japão

Na China, os índices domésticos avançaram em atenção aos indicadores econômicos que mostraram expansão do setor de manufatura.

O índice de gerente de compras (PMI) subiu para 50,4 no mês de agosto, contra 49,9 registrado em julho. A leitura acima de 50 releva desenvolvimento das atividades no país.

Em comunicado, o Conselho Estatal da China informou que os setores de infraestrutura, tecnologia e transformação de indústrias tradicionais possuem “grande importância” e, por isso, o governo continuará aplicando estímulos.

Com isso, o Xangai Composto, da cidade de Xangai, saltou 1,31% aos 2.924 pontos e o menos abrangente, SZSE Component, de Shenzhen, disparou 2,18% aos 9.569 pontos.

Na direção oposta, o Nikkei 225, de Tóquio, recuou 0,41% aos 20.620 pontos, anotando o volume de transações mais fraco de 2019.

Diante do aumento da aversão ao risco, o iene japonês apreciou 0,1% contra o dólar americano, fechando em 106,15 ienes.

Demais Bolsas asiáticas

Na bolsa de Hong Kong, o Hang Seng declinou 0,38% aos 25.626 pontos, refletindo mais um final de semana de turbulentas manifestações populares e conflito acentuado com a polícia.

Em Seul, o Kospi fechou com variação positiva de 0,07% aos 1.969 pontos, limitado pela queda de suas principais blue chips com maior exposição à China.

Na Indonésia, o IDX Composite desabou 0,60% aos 6.290 pontos, com os setores de bens de capital e serviços liderando as perdas do índice.

Os mercados indianos não funcionaram devido à um feriado religioso local.

Mercados da Oceania

Em Sidney, o S&P ASX 200 cedeu 0,38% aos 6.579 pontos, pressionado pela queda das ações do setor petrolífero.

Na capital Wellington, o NZX 50 avançou 0,40% aos 10.800 pontos, com os setores de materiais básicos, cuidados com a saúde e energia puxando a valorização do índice.

 

 Cidade Índice 30/08 02/09
Sidney S&P ASX 200 +1,49% -0,38%
Wellington NZX 50 +1,67% +0,40%
Hong Kong Hang Seng +0,08% -0,38%
Seul Kospi +1,78% +0,07%
Tóquio Nikkei 225 +1,19% -0,41%
Mumbai Nifty 50 +0,68% Não operou
Jacarta IDX Composite +0,63% -0,60%
Xangai Xangai Composto -0,16% +1,31%
Shenzhen SZSE Component -0,35% +2,18%

 


Sobre o autor